Gastrite Nervosa

publicidade

A gastrite nervosa tem cura e, para alcançá-la, o que se deve fazer é algumas mudanças na alimentação e tomar algum remédio com efeito antiácido e calmante para evitar o desconforto que esta doença pode trazer.

A gastrite nervosa é uma inflamação no estômago causada ou influenciada por questões emocionais, como estados de stress, ansiedade ou nervosismo, que ataca principalmente mulheres jovens.

Os sintomas da gastrite nervosa são semelhantes aos da gastrite clássica, assim como a forma de tratamento, mas, neste caso, é essencial que o indivíduo saiba manter-se calmo para curar a doença.

Sintomas de gastrite nervosa

Os sintomas da gastrite nervosa são:

  • Dor de estômago;
  • Saciedade precoce que muitas vezes impede o final da refeição;
  • Má digestão descrita pela sensação de que a refeição se mantém no estômago muito tempo;
  • Náuseas;
  • Azia;
  • Arrotos frequentes.

Estes sintomas podem surgir a qualquer momento, mas intensificam-se em períodos de stress ou ansiedade.

Gastrite nervosa tem cura

A gastrite nervosa tem cura e o seu tratamento envolve a toma de remédios antiácidos e calmantes, além de uma alimentação adequada.

Tratamento para gastrite nervosa

No tratamento da gastrite nervosa é aconselhado o uso de remédios anti-ácidos como o Pepsamar, mas deve-se também investir nos calmantes, como a Valeriana, pois é o nervosismo que gera a gastrite. Um ótimo remédio caseiro para gastrite é tomar as cápsulas de espinheira santa todos os dias, junto às principais refeições. Além disso, é bom tomar, cerca de 2 a 3 vezes ao dia, um chá de camomila ou de valeriana, que são bons calmantes naturais.

As causas da gastrite nervosa estão relacionadas ao estresse, ansiedade e irritabilidade, e por isso para o sucesso do tratamento é importante eliminar estes fatores. Praticar algum tipo de exercício físico também é importante para aliviar o estresse a ansiedade e assim diminuir o risco da doença.

Alimentação para gastrite nervosa

A alimentação, para quem sofre de gastrite nervosa, deve ser feita em ambiente tranquilo e com os alimentos corretos.

Alguns alimentos a serem evitados na gastrite são: gordura, chocolate, frituras, café, chás, creme de leite e condimentos, como pimenta ou caril, por exemplo. Os mais indicados são os legumes cozidos em água e sal e as carnes grelhadas, temperadas com sal, um pouquinho de alho e azeite.

O consumo de álcool deve ser reduzido e evitado durante as crises de gastrite nervosa. Outro bom conselho é não se deitar após as refeições e evitar beber líquidos durante as refeições.

Gastrite nervosa pode virar câncer?

Quando a gastrite comum não é devidamente tratada, ela pode levar ao câncer. Mas isto não é verdadeiro quando se trata da gastrite nervosa, pois a principal diferença entre as duas é que a gastrite nervosa não prejudica as paredes do estômago e não provoca úlceras, como é o caso da gastrite clássica.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade