Garganta Inflamada

publicidade

A garganta inflamada pode gerar sintomas como ardência na garganta, tosse seca e irritativa e dificuldade para engolir e pode ser causada pela exposição prolongada ao frio ou doenças como gripe ou amigdalite, por exemplo.

A garganta inflamada pode ser tratada com remédios caseiros, como os gargarejos com água morna e sal, por exemplo, no entanto, caso a inflamação e a dor não passem, é importante consultar um médico e iniciar o tratamento que pode ser feito com remédios para garganta inflamada, como o Ibuprofeno, ou antibióticos, como a Penicilina.

Sintomas da garganta inflamada

Os sintomas da garganta inflamada incluem:

  • Desconforto na garganta;
  • Tosse seca e irritativa;
  • Dor de garganta ao engolir ou falar;
  • Garganta muito vermelha e inchada;
  • Febre inferior a 38.3ºC, caso haja infecção da garganta por um vírus;
  • Febre alta, superior a 38.3ºC, caso a infecção seja bacteriana;
  • Mau hálito;
  • Ínguas no pescoço.

A garganta inflamada pode ser causada por uma gripe, resfriado, amigdalite, laringite ou faringite. Outras possíveis causas da dor de garganta podem ser a irritação na garganta pela inalação de sustâncias tóxicas, o consumo exagerado de bebidas alcoólicas ou o refluxo dos alimentos para a garganta.

O diagnóstico da garganta inflamada pode ser feito pelo médico clínico geral após a observação da garganta, mas em caso de dor de garganta frequente, um otorrinolaringologista poderá ser consultado.

Como curar a garganta inflamada

Para curar a garganta inflamada, além dos remédios prescritos pelo médico, existem algumas medidas caseiras que também ajudam a tratar a dor e a inflamação da garganta, como fazer gargarejos, beber o chá de limão, mel e gengibre ou fazer uma dieta pastosa, por exemplo.

O que fazer para garganta inflamada

  • Fazer um gargarejo com água morna e sal: possui propriedades antimicrobianas que ajudam a eliminar os microrganismos da garganta, diminuindo os sintomas;
  • Repousar durante 3 dias, se houver febre: quando há febre, a garganta está infeccionada, por isso, é importante não ir trabalhar ou ir à escola, no caso das crianças, de forma a aumentar as defesas do organismo e tratar a inflamação e a dor de garganta.

O que tomar para garganta inflamada

  • Beber o chá de limão com mel e gengibre 2 vezes por dia: possui propriedades antioxidantes e é rico em vitamina C, que fortalece as defesas naturais do organismo. Para fazer o chá, basta acrescentar a 1 xícara de água fervente 1 limão fatiado e 1 cm de gengibre, esperando cerca de 15 minutos. A seguir, coar e adoçar com mel.
  • Beber até 3 xícaras do chá de malva, sálvia ou alteia por dia: possuem propriedade anti-inflamatória e lubrificam a garganta, aliviando os sintomas. Para fazer o chá basta adicionar 1 colher de sopa da erva escolhida em 1 xícara de água fervente;
  • Tomar a vitamina de morango com mel no café da manhã: o morango possui vitamina C que ajuda a aumentar as defesas do organismo e o mel lubrifica a garganta, ajudando a reduzir a dor e a inflamação. Para fazer esta vitamina deve-se bater no liquidificador 100 ml de leite, 100 ml de água e 125 g de morango, acrescentando depois 1 colher de chá de mel.

​​O que comer para garganta inflamada

  • Dar preferência a alimentos líquidos, como água, chás, sucos ou iogurtes e mornos, como sopas, caldos ou purê de frutas: a garganta inflamada, geralmente, origina dor ao engolir, por isso, estes alimentos causam menos dor e desconforto quando são engolidos;
  • Evitar beber alimentos gelados: aumentam a dor e o desconforto ao engolir;
  • Fazer uma dieta pastosa: tem uma consistência mole e, por isso, reduz a dor e o desconforto ao engolir. Veja o que comer na dieta pastosa.

Geralmente, com os remédios para a garganta inflamada prescritos pelo médico e estas medidas caseiras, a inflamação da garganta passa em 3 dias.

Saiba outras formas de tratar a garganta inflamada em:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 18/09/2014 Última atualização da página: 02/09/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.