Dor de garganta

publicidade

A dor de garganta é um sintoma comum em qualquer idade, caracterizado por inflamação, irritação e dificuldade para engolir ou falar que pode aliviada com o uso de remédio para dor de garganta, como a Nimesulida.

Geralmente, a dor de garganta pode variar desde um pequeno arranhar até uma dor intensa, quer do lado direito ou esquerdo, dependendo se é provocada por lesão na garganta, gripe ou infecção por bactérias, por exemplo.

Dor de garganta constante ou persistente, que dura mais de 4 dias, é, normalmente, causada por uma infecção, como amigdalite, devendo ser avaliada por um clínico geral, de forma a iniciar a ingestão de antibióticos, como Amoxicilina ou Penicilina.

Dor de garganta e ouvido pode ser indicação de inflamação do ouvido médio e, por isso, é recomendado consultar um otorrinolaringologista para avaliar a sua causa, uma vez que pode ser necessário tomar remédios anti-inflamatórios, como o Diclofenaco.

Dor de garganta ao falar pode estar relacionada com faringite ou laringite e deve ser observada por um otorrinolaringologista, de forma a iniciar o tratamento adequado com antibióticos ou anti-inflamatórios.

Dor de garganta frequente é um importante sintoma de sistema imune enfraquecido e, por isso, o paciente deve consultar o clínico geral e aumentar a ingestão de alimentos com vitamina C, como laranja ou kiwi, que ajudam a aumentar as defesas do organismo.

No entanto, para aliviar qualquer tipo de dor de garganta o paciente pode tomar remédios para dor de garganta, como Paracetamol, ou gargarejar água morna e sal, pois ajudam a diminuir o desconforto provocado pela inflamação.

Sintomas de dor de garganta

Os sintomas que podem acompanhar a dor de garganta incluem:

  • Dificuldade para engolir ou falar;
  • Febre acima de 38ºC;
  • Dor de ouvidos;
  • Ínguas inflamadas;
  • Mau hálito.

Quando o indivíduo apresenta estes sintomas, deve consultar um clínico geral ou um otorrinolaringologista para identificar o problema e iniciar o tratamento mais adequado.

Algumas das causas de dor de garganta mais frequentes são alergias, gripe, faringite, estomatite, uso excessivo de cigarro, refluxo ou amigdalite. Porém, em alguns casos, também pode ser sinal de câncer da laringe ou da garganta.

Veja o remédio caseiro para dor de garganta que pode ajudar a reduzir os sintomas.

Dor de garganta na gravidez

A dor de garganta na gravidez pode surgir como em qualquer outro período da vida da mulher, no entanto, deve existir cuidado adicional com os remédios tomados. Assim, a dor de garganta pode ser tratada com remédios caseiros, como gargarejo com água morna, limão e sal.

Porém, quando a dor de garganta na gravidez é persistente, o médico obstetra poderá indicar a ingestão de remédios antibióticos, como Cefaclor ou Cefalexina, que não prejudicam a gestação e que podem ser tomados até 14 dias.

O que tomar para dor de garganta

O que se pode tomar para aliviar o desconforto da dor de garganta inclui:

  • 2 colheres de mel enriquecido com 5 gotas de própolis, todos os dias;
  • Chá de gengibre com canela até 4 vezes por dia;
  • Remédios analgésicos, como as pastilhas Benalet ou Paracetamol, sob orientação médica;
  • Anti-inflamatórios para dor de garganta, como Ibuprofeno ou Diclofenaco, após indicação do médico;
  • Fazer gargarejos com cascas de romã: colocar 6 g de cascas juntamente com 150 ml de água. Deixar ferver por alguns minutos, deixar amornar, coar e gargarejar este chá 2 vezes ao dia;

Nos casos mais graves, como infecção que demora para passar, pode ser utilizada cirurgia para retirar o órgão afetado, como as amígdalas, no caso da amigdalite. Já no caso de câncer, geralmente, é utilizada a quimioterapia ou a radioterapia.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 26/09/2014 Última atualização da página: 19/06/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.