O que fazer para combater a Dor de Garganta

A dor de garganta é um sintoma comum caracterizado por inflamação, irritação e dificuldade para engolir ou falar que pode aliviada com o uso de remédio para dor de garganta, como a Nimesulida.

A dor de garganta pode ser passageira e ser acompanhada de uma gripe, ou pode ser persistente, o que acontece especialmente em pessoas que sofrem com amigdalites.

Veja na imagem a seguir as diferenças entre a garganta sadia e a garganta inflamada. Quando além de vermelhidão na garganta outros sintomas estão presentes como aftas, inchaço ou amígdalas muito grandes e até mesmo pontinhos de pus, é aconselhado ir ao médico para que ele indique o tratamento adequado, que pode ser feito com anti-inflamatórios e antibióticos.

Garganta sadia X garganta inflamadaGarganta sadia X garganta inflamada

Remédios para dor de garganta

Alguns exemplos de remédios para dor de garganta são Ibuprofeno, Amoxicilina e NImesulida, que podem ser indicados pelo médico para combater a dor de garganta e a febre que ela pode provocar.

Estes remédios por vezes podem ser comprados sem receita médica, mas a automedicação é desaconselhada porque é prejudicial à saúde. Tomar o remédio errado pode agravar a infecção, piorando os sintomas, além disso, todo medicamento possui efeitos colaterais e contraindicações e por isso só devem ser usados com o conhecimento do médico.

Remédios caseiros como gargarejos de água morna e sal, e os chás de eucalipto com mel geralmente ajudam a aliviar os sintomas, sem contraindicações. Veja outros exemplos de remédios caseiros para dor de garganta.

O que tomar para dor de garganta

O que se pode tomar para aliviar o desconforto da dor de garganta é:

  • 2 colheres de mel enriquecido com 5 gotas de própolis;
  • Chá de gengibre com canela até 4 vezes por dia;
  • Analgésicos, como as pastilhas Benalet ou Paracetamol, sob orientação médica;
  • Anti-inflamatórios para dor de garganta, como Ibuprofeno ou Diclofenaco, após indicação médica;
  • Gargarejos com cascas de romã 2 vezes ao dia: colocar 6 g de cascas juntamente com 150 ml de água. Deixar ferver por alguns minutos, deixar amornar.

Se a dor de garganta não cessar após 3 dias ou se houver febre ou piora dos sintomas o médico deve ser consultado.

Quando a dor de garganta é frequente e há presença de pus na garganta o médico pode até mesmo indicar uma cirurgia para retirar as amigdalas. Saiba mais sobre esta cirurgia.

Como curar a dor de garganta na gravidez

A dor de garganta na gravidez pode surgir como em qualquer outro período da vida da mulher, no entanto, deve existir cuidado adicional com os remédios tomados. Assim, a dor de garganta pode ser tratada com remédios caseiros, como gargarejo com água morna, limão e sal.

Porém, quando a dor de garganta na gravidez é persistente, o médico obstetra poderá indicar a ingestão de remédios antibióticos, como Cefaclor ou Cefalexina, que não prejudicam a gestação e que podem ser tomados por até 14 dias.

Causas comuns de dor de garganta

Algumas causas de dor de garganta mais frequentes são alergias, gripe, faringite, estomatite, uso excessivo de cigarro, refluxo ou amigdalite. Porém, em alguns casos, também pode ser sinal de câncer da laringe ou da garganta. Outras causas comuns são:

1. Dor de garganta constante ou persistente, que dura mais de 4 dias, é, normalmente, causada por uma infecção, como amigdalite, devendo ser avaliada por um clínico geral, de forma a iniciar a ingestão de antibióticos, como Amoxicilina ou Penicilina.

2. Dor de garganta e ouvido pode ser indicação de inflamação do ouvido médio e, por isso, é recomendado consultar um otorrinolaringologista para avaliar a sua causa, uma vez que pode ser necessário tomar remédios anti-inflamatórios, como o Diclofenaco.

3. Dor de garganta ao falar pode estar relacionada com faringite ou laringite e deve ser observada por um otorrinolaringologista, de forma a iniciar o tratamento adequado com antibióticos ou anti-inflamatórios.

4. Dor de garganta frequente é um importante sintoma de sistema imune enfraquecido e, por isso, o paciente deve consultar o clínico geral e aumentar a ingestão de alimentos com vitamina C, como laranja ou kiwi, que ajudam a aumentar as defesas do organismo. Veja também: Como aumentar o sistema imune.

Mais sobre este assunto: