Gardnerella

publicidade

A Gardnerella Vaginallis e a Gardnerella Mobiluncus sp são duas bactéria que, quando se multiplicam de forma desordenada, causam uma infecção vaginal conhecida popularmente como Vaginose bacteriana. O tratamento é feito com antibióticos em forma de comprimido e/ou pomadas que devem ser introduzidas na vagina, embora, em alguns casos, a cura possa ser alcançada espontaneamente.

Ela geralmente ocorre em mulheres, mas os homens também podem ser infectados através de relações sem preservativo com uma parceira infectada.

Sintomas da Gardnerella

Sintomas da Gardnerella nas mulheres:

  • Corrimento amarelado ou acinzentado
  • Bolhas na vagina
  • Odor desagradável que se intensifica após o contato íntimo desprotegido
  • Dor durante o contato íntimo

Se houver complicações como a infecçao concomitante com outras bactérias, as mulheres podem apresentar inflamações no útero e nas trompas, o que pode gerar um quadro de infertilidade no futuro na ausência de tratamento.

Sintomas da Gardnerella nos homens:

  • Inflamações no prepúcio, glande ou uretra
  • Dor ao urinar
  • Coceira
  • Secreção amarelada

Contudo, há indivíduos que não apresentam nenhum sintoma.

Causas da Gardnerella

As principais causas do desenvolvimento da Gardnerella são:

  • Baixa da imunidade;
  • Estresse
  • Alterações hormonais

Formas de contágio da Gardnerella

A principal forma de contágio da Gardnerella é o contato íntimo desprotegido, sendo esta a única forma do homem ser infectado com a doença. O período de incubação é de 2 a 21 dias.

A mulher pode desenvolver esta infecção através do contato íntimo com parceira infectada ou quando há alterações na sua própria flora bacteriana vaginal.

A infecção genital por Gardnerella não é considerada uma DST.

Diagnóstico  da Gardnerella

O diagnóstico da Gardnerella é feito por uma cultura e observação das secreções, através do método de Gram e/ou Papanicolau.

Tratamento da Gardnerella

A infecção por Gradnerella é de fácil cura e seu tratamento é feito com remédios antibióticos, como Metronidazol, Secnidazol ou Azitromicina, tomados via oral, ou com pomadas que devem ser aplicadas no local. Não é preciso tratar o parceiro de uma mulher com gardnerella.

Prevenção da Gardnerella

Para evitar a infecção pela Gardnerella, recomenda-se o uso de preservativos em todas as relações e uma boa higiene íntima diária, lavando somente a região genital externa com sabonete neutro ou apropriado para a região. Uma boa alimentação também é importante para evitar a baixa do sistema imune.

Referência Bibliográfica

MOREIRA MA; SANTOS FDB. A gardnerellose clínica. Acesso em Maio, 2012.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade