Infecção vaginal

A infecção vaginal surge quando o órgão genital feminino é infectado por algum tipo de micro-organismo, sendo que os fungos, como Candida Albicans, são os mais frequentes.

Geralmente, a infecção vaginal provoca sintomas como coceira intensa na região íntima, vermelhidão, corrimento esbranquiçado e cheiro fétido, por exemplo.

A infecção vaginal tem cura e o seu tratamento deve ser orientado por uma ginecologista, pois é necessário identificar qual o organismo que está provocando a infecção e qual o remédio mais adequado para eliminá-lo.

Sintomas de infecção vaginal

Os sintomas variam de acordo com o agente causador, mas alguns sinais e sintomas típicos são:

  • Dor ou ardor ao urinar;
  • Dor durante as relações;
  • Coceira na região íntima;
  • Corrimento com ou sem mal cheiro;
  • Vermelhidão de toda a área.

Estes sintomas podem aparecem de forma isolada ou associados e, nestes casos, é recomendado consular o ginecologista para identificar a causa e iniciar o tratamento adequado.

Tratamento para infecção vaginal

O tratamento para infecção vaginal normalmente é feito com o uso de antifúngicos, como Clotrimazol ou Miconazol, sob a forma de pomada, comprimidos vaginais ou óvulos que devem ser aplicado até 3 dias ou em uma só aplicação, para combater fungos.

No entanto, quando a infecção é provocada por outro tipo de micro-organismos, como bactérias, o médico pode prescrever o uso de antibióticos orais ou de aplicação vaginal para eliminar a bactérias e aliviar os sintomas.

Além disso, durante o tratamento é recomendado utiliza sempre camisinha durante o contato íntimo pois existe chance de passar o micro-organismo para o parceiro e depois voltar a ficar infectada após o tratamento.

Como evitar infecções vaginais

Alguns cuidados que ajudam a evitar o desenvolvimento de infecções vaginais incluem:

  • Utilizar roupa íntima de algodão e pouco apertada;
  • Evitar utilizar calças muito apertadas;
  • Evitar o uso excessivo de duchas íntimas;
  • Manter a região íntima sempre limpa e seca;
  • Não ter contato íntimo sempre preservativo;
  • Evitar o consumo excessivo de álcool, açúcar e alimentos com gordura.

Além disso, outra dica importante que ajuda a reforçar o sistema imune e a evitar infecções vaginais consiste em ingerir cerca de 1,5 litros de água por dia e dar preferência para verduras, legumes e frutas.

Veja os principais tipos de infecção e como tratar em: