Cordocentese

publicidade

A cordocentese ou amostra de sangue fetal é um exame de diagnóstico pré-natal, feito a partir das 18 ou 20 semanas de gestação, em que é retirada uma amostra de sangue do bebê a partir do cordão umbilical, para detectar alguma deficiência cromossômica no bebê e doenças como toxoplasmose, rubéola, anemia fetal ou citomegalovírus.

O exame de cordocentese ou amniocentese para o diagnóstico pré-natal são os exames de eleição, no entanto, a cordocentese é feita pela punção do sangue do cordão umbilical, enquanto que a amniocentese é realizada através da punção do líquido amniótico.

Procedimento da cordocentese

O procedimento da cordocentese é realizado da seguinte forma:

  1. A gestante deita-se de barriga para cima;
  2. O médico aplica anestesia local;
  3. Com a ajuda da ultrassonografia, o médico insere uma agulha até ao cordão umbilical;
  4. O médico retira uma pequena amostra do sangue do bebê;
  5. A amostra é levada para o laboratório para análise.

Durante o exame e após o mesmo, a grávida poderá sentir cólicas abdominais. Além disso, a gestante deve ficar de repouso durante 24 a 48 horas após o exame e não ter contato íntimo durante 7 dias após a cordocentese.

Não é necessário nenhum preparo antes do exame, no entanto é preciso que a mulher tenha feito antes da cordocentese um exame de ultrassom e um exame de sangue e que os leve antes ou no dia do exame.

Riscos da cordocentese

Os riscos da cordocentese incluem:

  • Aborto espontâneo, entre 1 a 2% de risco;
  • Perda de sangue no local onde é inserida a agulha;
  • Infecção;
  • Diminuição dos batimentos cardíacos do bebê;
  • Ruptura prematura das membranas.

Por ser um exame que apresenta riscos, a cordocentese só é realizada em casos extremamente necessários.

Indicações da cordocentese

As indicações da cordocentese incluem o diagnóstico de malformações do feto quando não pode ser obtido por meio da amniocentese, quando os resultados do ultrassom são inconclusivos, quando é necessário administrar medicamentos no tratamento de doenças fetais ou quando é necessário fazer transfusão de sangue do feto para o tratamento da anemia fetal.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade