Tendinite no ombro

publicidade

A tendinite no ombro é uma inflamação que ocorre nos tendões do ombro, causando intensa dor. Seu tratamento inclui o uso de medicamentos, fisioterapia e, em alguns casos, cirurgia. A tendinite no ombro tem cura, mas a completa remissão dos sintomas pode demorar meses para ser alcançada.

A forma mais comum de tendinite no ombro, envolve o tendão do músculo supra espinhoso. Geralmente, esse tendão é lesionado por excesso de uso dos braços no trabalho ou no esporte que exija levantar o braço de forma repetida, como na natação e no tênis. Os carpinteiros e pintores são os profissionais que mais comumente sofrem com este tipo de tendinite.

O que causa tendinite no ombro

As causas mais comuns de tendinite do ombro são o esforço intenso ou “mau- jeito”; esforço repetitivo com o braço ou a má postura.

Esta inflamação apresenta como principais sintomas a dor localizada intensa, dificuldade para levantar o braço, sensação de que a dor se espalhou por todo o braço e formigamento.

Quanto mais rápida a tendinite for diagnosticada e tratada, mais cedo serão recuperadas a força e a flexibilidade dos tendões lesionados.

Como tratar a tendinite no ombro

O tratamento é feito com compressas de gelo, 3 ou 4 vezes ao dia, e com anti-inflamatórios, que são utilizados para diminuir a dor e a inflamação. Sessões de fisioterapia também são importantes, para manter o movimento e a força do membro afetado.

Os exercícios físicos devem ser moderados, até a recuperação total do tendão lesionado. A prática de alongamentos e de fortalecimento muscular, antes do retorno das atividades, ajudam a prevenir novas lesões.

O tempo de recuperação varia muito de um indivíduo para o outro, mas, no mínimo, deverá ser necessário cerca de 3 a 4 meses de tratamento fisioterapêutico.

Link útil: Remédio caseiro para tendinite

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 21/10/2014 Última atualização da página: 06/10/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.