Romã

publicidade

A romã é o fruto da romãzeira, que pode ser usada como planta medicinal. Ela é arredondada e pode ser cor de laranja ou avermelhada tendo sementes pequenas de aspeto gelatinoso e cor vermelha. As suas flores crescem em grupos de três ou quatro e geralmente são de cor vermelho-alaranjado e as suas folhas são verdes e brilhantes. A romã é de cultivo fácil no Brasil e pode ser encontrada em qualquer parte do país.

A romã pode ser comprada em mercados, e as suas flores e folhas podem ser encontradas em lojas de produtos naturais.

A romã é utilizada para fazer sucos, chás e até como ingrediente em alguns molhos, podendo ainda, a sua fruta, ser consumido de forma natural.

O nome científico da romã é Punica granatum.

Para que serve a Romã

A romã serve para a prevenção de algumas doenças como a obesidade, a hipertensão e outros problemas cardiovasculares devido as suas qualidades antioxidantes que impedem a oxidação cardíaca. O suco de romã é bom para diminuir os sintomas de angina e as dores de garganta.

O chá feito com as suas folhas e flores é muito usado pelos seus benefícios em problemas de estômago e infecções urinárias. Infusões da sua casca ajudam a melhorar os sintomas de diarreia. Por ser muito rica em vitaminas A, B, C e ácido fólico também ajuda a aumentar as defesas do organismo, a melhorar a circulação sanguínea e a prevenir o envelhecimento, permitindo que a pele se mantenha forte e hidratada. As infusões feitas com a romã ajudam também a curar aftas e outras infecções da boca e do aparelho gastrointestinal.

Propriedades da Romã

As propriedades da romã são principalmente a sua ação anti-inflamatória, antidiarreica, diurética, anti-séptica e antioxidante.

Modo de Uso da Romã

A partes que podem ser utilizadas da romã são o seu fruto, a sua casca, as suas folhas e as suas flores para fazer chás, infusões e sucos.

  • Infusão de romã: colocar 10 gramas de casca em meia xícara de água fervente, deixando esfriar e beber quatro a cinco vezes por dia; ou colocar 10 gramas de folhas e flores de romã numa xícara de água fervente, deixando esfriar e beber cerca de três vezes por dia.
  • Suco de romã: Bater no liquidificador 1 romã com 1 copo de água, adoçar à gosto e beber a seguir.

Pode-se comer até 2 romãs por dia.

Efeitos colaterais da Romã

Os efeitos colaterais da romã são enjoo e vômitos, no entanto quando consumida em excesso pode ser tóxica. 

Contraindicações da Romã

As contraindicações da romã devem-se ao fato dela não poder ser ingerida em grandes quantidades, poque ela é rica em alcalóides e pode se tornar venosa. No entanto quando são feitas infusões não existe este perigo porque os alcalóides se juntam a outra substância, chamada de taninos, que tiram a toxicidade da romã.

Informação Nutricional da Romã

ComponentesQuantidade por 100 g de romã
Energia50 calorias
Água83,3 g
Proteína0,4 g
Gordura0,4 g
Carboidratos12 g
Fibras3,4 g
Vitamina A6 mcg
Ácido Fólico 10 mcg
Potássio240 mg
Fósforo14 mg

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 29/09/2014 Última atualização da página: 11/09/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.