Remédios para asma

publicidade

Os remédios para asma como Aerolin, Atrovent e Beclometasona, por exemplo, são grátis pela farmácia popular e são usados para controlar a asma, aliviando os sintomas como falta de ar, tosse e chiado ao respirar. Eles devem ser prescritos pelo pneumologista, de acordo com a gravidade da asma, dos sintomas e o número de vezes em que surgem, levando em consideração também a intensidade das crises de asma.

Desta forma, os remédios para asma alérgica, asma brônquica ou asma infantil que podem ser prescritos para controlar a doença podem ser:

Broncodilatadores para asma

De ação curta:

  • Exemplos: Salbutamol (Aerolin), Albuterol ou Terbutalina
  • Indicação: devem ser usados em crises de asma porque dilatam os brônquios, facilitando a entrada de ar nos pulmões rapidamente
  • Efeitos colaterais: tremor, principalmente nas mãos, agitação, nervosismo, palpitações, dor de cabeça, arritmia e aumento dos batimentos cardíacos

De ação longa:

  • Exemplos: Salmeterol ou Formoterol
  • Indicação: devem ser usados regularmente para tratar e controlar a asma e nunca em crises de asma porque dilatam os brônquios, facilitando a entrada de ar nos pulmões, de forma prolongada
  • Efeitos colaterais: iguais aos broncodilatadores de ação curta

Anticolinérgicos:

  • Exemplos: Brometo de Ipatrópio (Atrovent) ou Brometo de Tiotrópio (Spiriva)
  • Ação: relaxam os músculos dos pulmões para aliviar a sensação de falta de ar
  • Efeitos colaterais: secura da boca, retenção urinária e prisão de ventre

Corticoides para asma

  • Exemplos: Beclometasona (Clenil), Fluticasona ou Budesonida
  • Indicação: devem ser usados no tratamento da asma na maioria dos pacientes porque diminuem a inflamação dos brônquios e das vias respiratórias, diminuem a secreção de muco nas vias aéreas e dilatam os brônquios
  • Efeitos colaterais: rouquidão, candidíase oral, faringite e ligeiro aumento do risco de glaucoma e catarata

Xantinas para asma

  • Exemplos: Teofilina
  • Ação: dilatam os brônquios e promovem o relaxamento dos músculos dos pulmões
  • Efeitos colaterais: náuseas, vômitos, diarreia, dor de cabeça, tremores, insônia, palpitações, arritmia e epilepsia

Apesar da asma ser uma doença crônica, ela pode ser controlada se o indivíduo tomar corretamente os remédios na dose recomendada pelo pneumologista. Veja como usar a bombinha da asma corretamente.

Saiba como se alimentar para evitar as crises de asma:

Remédios grátis para asma

​A farmácia popular disponibiliza a maioria dos remédios para asma de graça como Atrovent, Alvent, Ares, Asmaliv, Brometro de Ipratrópio, Bromovent, Iprabon, Ipraflux, Ipraflux, Ipraneo, Clenil, ClenilHFA, Miflasona, Beclort, Beclosol, Aerojet ou Aerolin.

Para comprar estes remédios gratuitos para asma basta ir a uma farmácia popular e mostrar a identidade, CPF e a receita prescrita pelo médico.

Remédios naturais para asma

Os remédios naturais, preparados com plantas medicinais, podem ajudar a combater os sintomas da asma, diminuindo a inflamação dos brônquidos e melhorando a respiração. Algumas plantas medicinais que podem ser usadas para complementar o tratamento clínico da asma são:

Vassourinha-doceTíliaGingko-bilobaAlcaçuzVara-de-ouro
Rábano silvestreHipericãoCanforeiroTomilhoAlfazema
Uxi-amareloOnagraCelidôniaSalgueiroRorela

Para o chá: Ferver 1 xícara de água e adicionar 1 colher de (chá) da planta medicinal, tapar e deixar repousar por 3 minutos. Coar e beber a seguir, quando estiver morno.

Para utilizar estas plantas medicinais deve-se preparar um chá com uma delas e tomar diariamente, e quando a asma estiver mais atada, pode-se tomar o chá de 2 a 3 vezes ao dia para complementar o uso dos remédios receitados pelo médico. Veja algumas receitas naturais em: Remédios caseiros para asma.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade