Saiba como aliviar os efeitos colaterais mais comuns das vacinas

PUBLICIDADE

Para aliviar os principais efeitos colaterais da vacina, como febre e vermelhidão na pele que podem surgir até 48 horas depois da sua aplicação, deve-se colocar uma pedrinha de gelo no local da injeção. Tanto a febre como a vermelhidão tendem a desaparecer em até 3 dias, embora nem sempre surjam, sendo mais comuns nas crianças do que nos adultos.

Geralmente, as reações adversas manifestam-se no local da injeção devido à picada da agulha, mas outras alterações podem surgir com a produção de anticorpos como cansaço, febre e dor de cabeça. No entanto, na maioria dos casos os sintomas não são graves e passam em poucos dias.

O que fazer para diminuir os sintomas dos efeitos colaterais

Embora, a maioria dos efeitos colaterais não possam ser evitados, existem algumas técnicas que podem ser feitas em casa que aliviam o desconforto causado pela vacina.

1. Vermelhidão, inchaço e dor no local

Após a aplicação da vacina, a região do braço ou perna pode ficar vermelha, inchada e dura, causando dor ao mexer ou tocar. Estes sintomas são os mais comuns e não são graves, porém podem causar desconforto e limitar os movimentos durante 2 ou 3 dias.

  • O que fazer: Para aliviar os efeitos colaterais da picada pode-se aplicar gelo no local da vacina com uma fralda de algodão durante 15 minutos, pelo menos 3 vezes ao dia até os sintomas desaparecerem totalmente.

2. Febre ou dor de cabeça

Após a aplicação de uma vacina pode surgir febre, normalmente baixa e por 2 ou 3 dias. Além disso, também pode surgir dor de cabeça, especialmente no dia da aplicação da vacina.

  • O que fazer: Para diminuir a febre ou a dor de cabeça, normalmente o médico ou pediatra indica o uso de um remédio antitérmico e analgésico, como Paracetamol para ajudar a baixar a febre e a dor. No entanto, é importante seguir a dose indicada pelo médico, pois varia com o peso ou se é xarope, supositório ou comprimido, por exemplo.

3. Indisposição e cansaço

Depois da aplicação de uma vacina é normal sentir mal-estar, cansaço e sonolência, além de alterações gastrointestinais como enjoos, diarreia ou falta de apetite, porém é menos frequente.

No caso do bebê ou criança estes sintomas podem ser manifestados através de choro constante, falta de vontade para brincar, podendo também ficar irritado e agitado ou com muito sonolento e sem vontade de comer.

  • O que fazer: Para aliviar o mal-estar é necessário comer alimentos leves ao longo do dia, como sopa de legumes ou fruta cozida, por exemplo, ou dar ao bebê pequenas quantidades de leite ou alimentos moles para evitar a indisposição. Também é importante descansar e dormir bem nos primeiros 3 dias depois de tomar a vacina.

Todos os indivíduos podem desenvolver reações à aplicação de uma vacina, porém, os indivíduos com sistema imune fraco, como no caso de AIDS ou câncer e também durante a gravidez há maiores chances de desenvolver reações adversas.

Reações adversas graves

Após a aplicação de uma vacina podem ocorrer reações adversas graves, como choque anafilático por exemplo, que surge, geralmente, logo após a administração da vacina ou até 30 minutos depois.

Nestes casos, o indivíduo sente coceira e bolinhas na pele, ficando com a pele avermelhada e tendo dificuldade em respirar porque fica com o pescoço inchado, precisando de ser levado de imediato ao ponto socorro, pois pode correr risco de vida.

Quando ir no médico

É importante ir no médico quando os efeitos colaterais das vacinas, como dor de cabeça ou diarreia, se mantenham por mais de duas semanas, pois estes efeitos podem ter outras causas, como gastroenterite.

Além disso, quando a criança não consegue comer bem depois de 3 dias ou nos indivíduos com sistema imune fraco, como no caso de AIDS ou câncer os sintomas permanecem por mais de uma semana, é fundamental consultar o médico, pois pode precisar de tomar remédios como Ibuprofeno para ajudar a diminuir os sintomas.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE