Como saber se é Olho de Peixe

PUBLICIDADE

O olho de peixe é um tipo de verruga que pode surgir na planta dos pés que é causada pelo vírus HPV tipos 1, 4 e 63, quando este entra em contato com a pele. Ela é muito semelhante a um calo que pode dificultar o caminhar devido a dor ao pisar sobre ela e o seu tratamento pode ser feito usando loções que removem a camada mais externa da pele.

Uma outra lesão semelhante ao olho de peixe é o cravo plantar, sendo que neste último caso, não há pontinhos petros no meio do 'calo' e quando se pressiona a lesão lateralmente, somente o olho de peixe provoca dor, enquanto que o cravo plantar só dói quando é pressionado verticalmente.

PUBLICIDADE

Apesar do HPV estar relacionado ao câncer o olho de peixe não tem nenhuma ligação às células cancerígenas.

Sinais e Sintomas do olho de peixe

Esta verruga plantar é caracterizada por uma elevação da pele, formando uma pequena lesão arredondada de cor amarelada com um  ou vários pontinhos pretos no meio, que se trata de pequenos vasos sanguíneos, como mostram as imagens. Estas verrugas podem ser únicas ou a pessoa pode ter várias espalhadas pela planta dos pés, causando dor e desconforto ao caminhar. 

Como saber se é Olho de Peixe

Como tratar o olho de peixe

Inicialmente, o podologista poderá indicar o uso de remédios tópicos à base de ácido salicílico, ácido nítrico ou ácido tricloroacético, para usar em casa 1 vez ao dia. Este medicamento irá fazer uma suave esfoliação química na pele, removendo a camada mais superficial sem prejudicar a derme e a epiderme, sendo eficaz na eliminação da verruga.

Se a verruga já estiver numa fase mais crônica da doença, alcançando regiões muito profundas da pele, pode ser necessário recorrer a um dermatologista, para que além do uso destes medicamento o médico faça a sua remoção, numa pequena cirurgia num consultório utilizando a crioterapia com nitrogênio líquido, por exemplo.

Tratamento caseiro

1. Remover o excesso de pele

Para tratar o olho de peixe em casa você pode deixar os pés de molho numa bacia com água morna e um pouco de sal grosso, para amolecer a pele e retirar ao máximo toda a sujeira. Após os pés estarem devidamente limpos e com a pele mais amolecida, você pode passar um pouco de pedra pomes para remover o excesso de queratina da região à volta da verruga. No entanto, este procedimento não deve causar dor ou desconforto.

Não se deve tentar puxar a pele, tentando remover a verruga da planta dos pés em casa porque os vírus podem se espalhar, dando origem à novas verrugas e porque existe o risco de infecção local, uma vez que a pele fragilizada permite a entrada de micro-organismos mais facilmente.

2. Hidratar a pele

Após retirar o excesso de pele, queratina e a parte mais superficial da verruga, você pode hidratar bem os pés aplicando um creme hidratante para peles ressecadas e calçar um par de meias, para se certificar que os pés permanecem bem hidratados.

3. Aplicar a solução indicada pelo podologista ou dermatologista

Após o banho, antes de se deitar você deve ter os pés bem limpos e hidratados e então aplicar a solução indicada pelo podologista ou dermatologista, deixando o produto atuar durante toda a noite ou pelo tempo indicado pelo profissional. Estes medicamentos podem ser usados em forma líquida ou pomada, onde se coloca um tipo de band-aid para tapar a lesão.

A remoção completa do calo pode demorar cerca de 1 mês, mas logo na primeira semana você deve notar alguma diferença. Durante o tratamento, pode-se utilizar uma palmilha dentro do sapato para apoiar a região em volta do olho de peixe, evitando que o peso corporal sobre a lesão cause dor. Essas palmilhas podem ser adquiridas nas farmácias.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE