Obesidade infantil pode ser herdada dos pais

PUBLICIDADE

A obesidade não é apenas decorrente do consumo excessivo de alimentos ricos em açúcares e gorduras, sendo também influenciada por fatores genéticos e pelo ambiente em que se vive, desde o útero materno até a vida adulta.

Fatores como ter pais obesos e irmãos mais novos aumentam as chances de ter obesidade, pois os genes e os hábitos alimentares são herdados e afetam toda a família.

Saiba quais são algumas situações que favorecem a obesidade, além da má alimentação e sedentarismo.

Pais obesos aumenta a chance de obesidade nos filhos

Ter pais obesos faz com que os filhos tenham mais chances de obesidade porque parecem transmitir os genes que causam essa doença.

Além disso, os pais podem ser obesos devido à hábitos de vida não saudáveis, como não praticar atividade física e não ter uma alimentação balanceada, fazendo com que os filhos façam os mesmo erros que levam ao ganho de peso.

Causas da obesidade infantil
Causas da obesidade infantil

Risco de obesidade começa na gravidez

O risco de o bebê ser um adulto obesa começa na gravidez, sendo maior quando a grávida é obesa ou faz uma má alimentação, consumindo muitos açúcares, gorduras e produtos industrializados.

Além disso, o excesso de estresse e o hábito de fumar também pode causar alterações nos genes do feto que favorecem a obesidade. Esse risco também aumenta quando a mulher aumenta de peso excessivamente durante a gravidez, e por isso é importante saber quantos quilos é recomendado engordar durante a gestação. Veja:

Saiba quantos quilos você pode engordar nesta gravidez
Idade Gestacional: semanas
Esta informação é obrigatória. Ex.: 5
Altura: m
Esta informação é obrigatória. Ex.: 1,65
Peso antes da gravidez: kg
Esta informação é obrigatória. Ex.: 64,5
Peso atual: kg
Esta informação é obrigatória. Ex.: 74,5

Criança obesa pode ser adulto obeso

As crianças obesas têm maior chance de serem adultos obesos porque é durante a infância que as células que acumulam gordura são formadas. Assim, o excesso de peso na infância faz com que mais células de gordura sejam formadas, favorecendo o acúmulo de gordura durante toda a vida.

Ter irmãos aumenta a chance de obesidade

Ter irmãos mais velhos com excesso de peso aumenta as chances de os filhos mais novos também terem obesidade. Quanto maior o número de irmãos obesos, mais a chance de o filho mais novo ter excesso de peso ao crescer.

Isso acontece principalmente porque os maus hábitos alimentares estão muito presentes na família, e quanto maior o número de filhos, mais difícil é para os pais controlarem a alimentação de todos.

Alterações hormonais são relacionadas à obesidade

Na obesidade, há uma alteração dos genes que produzem os hormônios que controlam o metabolismo, a sensação de fome e o acúmulo de gordura. Por isso, é comum que os obesos continuem comendo mesmo quando já estão saciados, o que favorece o aumento do peso.

Flora intestinal pode causar obesidade

A flora intestinal de pessoas obesas é diferente da flora de pessoas com o peso adequado, apresentando uma menor variedade de bactérias que produzem vitaminas e que favorecem a absorção de nutrientes.

A flora intestinal também é responsável por aumentar o trânsito no intestino, e por isso o excesso de peso também está ligado à prisão de ventre.

Assim, pode-se concluir que existem diversos fatores que estão relacionados ao peso excessivo na infância e nem todos podem ser eliminados. No entanto, sempre que uma criança está acima do peso os pais devem ter cuidado redobrado com a sua alimentação para que ela possa chegar ao peso ideal, evitando problemas de saúde e emocionais que estão ligados à obesidade. Veja tudo o que pode fazer para ajudar a criança com excesso de peso a emagrecer.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE