Laqueadura

PUBLICIDADE

​A laqueadura de trompas, também conhecida como ligadura de trompas, é um método contraceptivo permanente no qual as trompas de Falópio são encerradas através de uma cirurgia, impedindo que a mulher possa voltar a engravidar.

Geralmente, a laqueadura não é reversível, no entanto, dependendo do tipo de laqueadura selecionada pela mulher, pode haver uma pequena chance de poder engravidar mesmo após a cirurgia. Assim, o tipo de laqueadura deve ser discutido com o ginecologista para encontrar a melhor solução para a mulher.

No Brasil, pode-se fazer laqueadura pelo SUS em casos de mulheres com mais de 25 anos ou com 2 ou mais filhos, por exemplo. Na maioria das vezes, a mulher pode fazer a laqueadura após a cesárea, evitando uma nova cirurgia com cortes perto do umbigo.

Vantagens e desvantagens da laqueadura

Algumas vantagens da laqueadura tubária incluem:

  • Método contraceptivo permanente;
  • Risco quase nulo de engravidar;
  • Não é necessário utilizar outros método contraceptivo;
  • Não precisa de revisão;

Porém, este tipo de contracepção também tem algumas desvantagens como necessitar ser feito através de cirurgia e, por isso, provocar complicações cirúrgicas como hemorragia, infecção ou lesões em outros órgãos internos, por exemplo.

Como é feita a laqueadura

A laqueadura de trompas é feita através de uma cirurgia que bloqueia as trompas de Falópio da mulher, impedindo a junção entre os óvulos e os espermatozoides. Para tal, o médico pode colocar um anel que obstrui as trompas ou fazer um corte, por exemplo, no entanto outros métodos incluem queimar uma parte das trompas, usar clipes de titânio ou utilizar fio de sutura.

Após a cirurgia para laqueadura, a mulher não deve ter contato íntimo e deve evitar fazer tarefas pesadas, como limpar a casa ou ir na academia, durante cerca de 3 semanas.

Veja qual o método contraceptivo permanente no homem em: Vasectomia.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE