Equinácea

publicidade

A equinácea é uma planta medicinal que tem flores de cor vermelho-púrpura intensa e caules que crescem à volta de um cone alto. Por ter essas cores, ela émuito utilizada em decoração. Ela também é chamada de: flor-de-cone, púrpura e rudbéquia. O seu nome científico é Echinacea purpurea.

A equinácea pode ser utilizada como remédio caseiro para gripe, por exemplo.

Propriedades da equinácea

Rica em inulina, betaína, resina e glicose. Possui ação anti-inflamatória, antibiótica, desintoxicante, imunoestimulante, antialérgica.

Para que serve a equinácea

Pode ser utilizada durante todo o ano como forma de prevenção ou tratamento de gripes e resfriados, infecções respiratórias, infecção urinária, candidíase, dor de dente, gengiva, artrite reumatoide, doenças virais ou bacterianas, pois ela fortalece o sistema imunológico.

Modo de uso da equinácea

Partes utilizadas: raiz, folhas e flores, para o consumo em forma de suco, chá ou compressas.

  • Chá: Coloque 1 colher (de chá) da raiz ou folhas da equinácea em uma xícara de água fervente. Deixe repousar por 15 minutos, coe e tome a seguir. Faça o chá 2 vezes por dia.
  • Compressa: Amasse em um pilão as folhas juntamente com a raiz da equinácea até formar uma pasta. Aplique na zona desejada com o auxílio de um pano umedecido com água quente para aumentar a absorção dos componentes ativos.

A equinácea pode ser comprada em lojas de venda de produtos naturais, feiras livres e no mercado.

Efeitos colaterais da equinácea

Não há efeitos colaterais para o uso da equinácea.

Contraindicações da equinácea

A equinácea está contraindicada no caso de alergia a plantas da família Asteraceae, HIV, tuberculose, colagenose e esclerose múltipla.

Link útil:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 12/09/2014 Última atualização da página: 18/08/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.