Tratamento para Diabetes

publicidade

O tratamento para diabetes deve ser feito com a toma de insulina, uma dieta adequada orientada por um nutricionista, além de atividade física, 3 vezes por semana ou mais.

Para o controle da diabetes é importante verificar a glicemia diariamente utilizando as tiras reagente e o glicosímetro, e seguir todas as orientações do médico por toda vida, pois a diabetes é uma doença crônica que geralmente não tem cura.

Tratamento para diabetes tipo 1

O tratamento da diabetes tipo 1 deve ser feito com a toma de insulina diariamente, de 2 a 3 vezes por dia, ou através do uso de uma bomba de insulina que vai liberando o medicamento na corrente sanguínea aos poucos durante o dia. O objetivo do tratamento é controlar os níveis de açúcar no sangue evitando os picos de hipoglicemia ou hiperglicemia e por isso é importante também seguir uma dieta para diabetes e praticar exercícios regularmente.

Tratamento para diabetes tipo 2

O tratamento para diabetes tipo 2 pode ser feito com a toma de remédios, como a metformina, sulfonilureias, glinidas, tiazolidinedionas, inibidores da alfa-glicosidase, incretinomiméticos ou amilinomiméticos que ajudam a controlar a produção e a secreção de insulina pelo pâncreas.

Geralmente inicia-se o tratamento utilizando somente 1 destes medicamentos, e depois o médico avalia a necessidade da combinação de outros, mas é comum que na 3ª idade, o indivíduo tenha que tomar mais de 2 medicamentos para controlar a diabetes tipo 2.

Seguir uma dieta adequada e praticar exercícios também é importante para o controle da diabetes tipo 2.

Tratamento para diabetes gestacional

O tratamento da diabetes gestacional é importante para a grávida e para o bebê e pode ser feito com uma dieta com baixo teor de açúcar, gordura e carboidratos, prática regular de exercícios físicos e a toma de insulina, sob orientação médica.

O exercício e a alimentação adequada são importantes pois eles diminuem o risco da permanência da diabetes após o nascimento do bebê.

Dieta para diabetes

O tratamento nutricional para diabetes deve ser feito com uma dieta equilibrada, orientada pelo nutricionista ou nutrólogo respeitando a idade e o estilo de vida do indivíduo. Recomendações gerais da dieta para diabetes são:

  • Fazer 6 refeições por dia, sempre de 3 em 3 horas;
  • Dar preferência ao consumo de alimentos diet;
  • Aumentar o consumo de alimentos ricos em fibras e cereais;
  • Evitar o consumo de gordura saturada e carboidratos simples, como carnes vermelhas, arroz e batata;
  • Beber bastante água;
  • Evitar todo tipo de açúcar e adoçante.

O tratamento da diabetes é importante para evitar as complicações que a doença pode trazer como neuropatia diabética, comprometimento nos rins, olhos e a má cicatrização.

Tratamento fisioterapêutico e diabetes

O tratamento fisioterapêutico para o controle da diabetes inclui especialmente:

  • Prática de exercícios físicos supervisionados pois isto melhora o controle glicêmico, a ação da insulina e auxilia na prevenção da obesidade e de doenças cardiovasculares;
  • Alongamentos e massagens nas pernas e pés, que vão ajudar a melhorar a circulação sanguínea e a controlar melhor a doença.
  • Se o diabético necessitar realizar fisioterapia para tratar qualquer lesão, o uso de recursos térmicos como bolsas de gelo e de calor, assim como o uso de aparelhos devem ser utilizados com cautela, pois a sensibilidade destes indivíduos fica diminuída e estes recursos quando mal utilizados podem causar queimaduras na pele.

O médico mais indicado para o tratamento da diabetes é o endocrinologista.

Alguns estados oferecem gratuitamente a insulina, seringas, agulhas e as tiras necessárias para o controle da diabetes, poderá se informar sobre este assunto no centro de saúde mais próximo da sua casa.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 30/09/2014 Última atualização da página: 25/03/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.