Dor nos ossos

publicidade

A dor nos ossos pode ser confundida com uma dor muscular ou dor nas articulações, no entanto, a dor nos ossos é caracterizada por uma dor que se mantém mesmo quando se está parado, por exemplo.

Geralmente, a dor nos ossos não é um sintoma grave, surgindo especialmente no rosto, durante a gripe, ou após quedas e acidentes devido a pequenas fraturas que cicatrizam sem necessitar de tratamento.

No entanto, quando a dor nos ossos dura mais de 1 semana deve-se consultar um médico ortopedista para diagnosticar a causa e iniciar o tratamento adequado.

O que pode ser dor nos ossos

A dor nos ossos pode ser causada por:

Dor nos ossos por pancadas

  • O que se sente: surge após um acidente, como queda, pancada ou acidente de trânsito, por exemplo, piorando quando se aplica peso sobre o osso afetado.
  • O que fazer: deve-se manter repouso e tomar analgésicos, como Paracetamol, para reduzir a dor e permitir que o osso cicatrize. Caso a dor se mantenha por mais de 3 dias, ou o osso se encontro fraturado, é recomendado ir consultar um ortopedista ou ir ao pronto-socorro.

Dor nos ossos por gripe

  • O que se sente: normalmente provoca surgimento de catarro e sensação de peso ou osso dolorido no rosto, devido ao preenchimento dos seios nasais por secreções.
  • O que fazer: é aconselhado fazer inalações com soro fisiológico 2 a 3 vezes por dia e beber, pelo menos, 2 litros de água para ajudar a liberar as secreções.

Dor nos ossos por deficiência de minerais

  • O que se sente: causa principalmente dor nos ossos das mãos e pés devido à falta de cálcio e vitamina D, podendo levar à Osteoporose. Saiba mais sobre esta doença em: Osteoporose.
  • O que fazer: quando se suspeita de falta de minerais nos ossos é recomendado fazer um exame de densimetria óssea para confirmar o diagnóstico e, depois, aumentar a ingestão de alimentos enriquecidos em vitamina D e cálcio, como ovos, iogurte e queijo, por exemplo.

Dor nos ossos por infecção dos ossos

  • O que se sente: a infecção nos ossos, também conhecida como osteomielite, pode ser acompanhada de dor em qualquer osso do corpo, febre acima de 38º, inchaço e vermelhidão no local afetado. Conheça outros sintomas em: Osteomielite.
  • O que fazer: é recomendado ir ao pronto-socorro para iniciar o tratamento adequado o mais rápido possível, evitando complicações como artrite séptica ou amputação.

Dor nos ossos por metástases nos ossos

  • O que se sente: a dor nos ossos devido a metástases é acompanhada de emagrecimento rápido e cansaço excessivo, aparecendo em pacientes com câncer em outros locais do corpo como mama, pulmão, tireoide, rim ou próstata, por exemplo.
  • O que fazer: é aconselhado consultar o médico oncologista que está orientando o tratamento do câncer.

Dor nos ossos por leucemia

  • O que se sente: na maioria dos casos os primeiros sintomas de leucemia incluem dor nas pernas e cansaço excessivo. Veja outros Sintomas de Leucemia.
  • O que fazer: deve-se consultar um ortopedista para despistar outras causas de dor nos ossos e, caso seja necessário, ir a um oncologista para iniciar o tratamento adequado para leucemia.

Como tratar a dor nos ossos

O tratamento para dor nos ossos depende da sua causa, mas normalmente pode ser feito apenas com descanso, alongamentos e a colocação de compressas de gelo sobre a região que está doendo.

No entanto, em outros casos, como infecção ou inflamação, pode ser necessário utilizar remédios antibióticos ou anti-inflamatórios, como Ibuprofeno ou Biprofenid, para reduzir os sintomas e resolver o problema.

Nos casos mais graves, como fraturas, leucemia ou câncer, o médico pode indicar outros tratamento, como cirurgia, para reparação da fratura ou quimioterapia para combater a leucemia e o câncer.

Quando ir ao médico

É recomendado consultar um ortopedista ou ir ao pronto-socorro quando a dor nos ossos:

  • Dura mais de 3 dias ou piora ao longo do tempo;
  • É acompanhada por outros sintomas como perda de peso, diminuição do apetite ou cansaço excessivo;
  • Surge após pancadas graves, como acidentes de trânsito.

Nestes casos, o médico pode fazer exames de sangue, raio X ou tomografia computadorizada, por exemplo, para diagnosticar o problema e indicar o tratamento mais adequado.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade