DIU (Dispositivo Intra-Uterino)

publicidade

O DIU ou Dispositivo Intra-Uterino é um método contraceptivo com uma estrutura de plástico moldado em forma de T que é introduzido no útero, com dois fios na parte inferior que ficam no interior da vagina e que servem para ajudar a removê-lo quando indicado, como mostra a imagem.

O DIU só pode ser inserido e removido por um médico ginecologista, em qualquer momento do ciclo menstrual. No entanto, preferencialmente ele deve ser colocado nos primeiros 12 dias do ciclo.

O DIU apresenta uma eficácia igual ou superior a 99% e deve permanecer no útero até um ano após a última menstruação na menopausa.

Tipos de DIU

Os tipos de DIU que existem são:

  • DIU de cobre ou DIU Multiload, o seu nome comercial, que é feito de plástico mas revestido a cobre ou a cobre e prata;
  • DIU hormonal ou DIU Mirena, o seu nome comercial, que contém um hormônio, o levonorgestrel, que vai sendo liberado no útero após a sua inserção.

Preço do DIU

O preço do DIU varia entre 70 a 100 reais e o preço da sua colocação pode ser de até R$ 600, dependendo do médico. O DIU pode ser comprado em qualquer farmácia.

Como funciona o DIU

O DIU de cobre funciona impedindo que o ovo se fixe no útero e diminuindo a eficácia dos espermatozoides através da ação do cobre, perturbando a fecundação. Este tipo de DIU fornece uma proteção durante um período de 10 anos.

O DIU hormonal, por ação do hormônio, dificulta as ovulações e impede que o ovo se fixe no útero, espessando o muco do colo do útero de modo a formar uma espécie de tampão que impede os espermatozoides de chegarem lá, evitando assim a fecundação. Este tipo de DIU confere uma proteção por um período de até 5 anos.

Efeitos colaterais do DIU

Os efeitos colaterais do DIU podem ser:

  • Dores ou contrações uterinas, mais frequentes nas mulheres que nunca tiveram filhos;
  • Pequena hemorragia logo após a colocação do DIU;
  • Desmaio;
  • Corrimento vaginal.

O DIU de cobre também pode provocar o aparecimento de menstruações mais longas, com maior hemorragia e mais dolorosas, apenas em algumas mulheres, principalmente nos primeiros meses após a inserção do DIU.

O DIU hormonal, além destes efeitos colaterais também pode provocar redução do fluxo menstrual ou ausência de menstruação ou pequenas saídas de sangue menstrual, chamadas de spotting, espinhas, cefaleias, dor e tensão mamária, retenção de líquidos, cistos do ovário e aumento de peso.

Vantagens e desvantagens do DIU

As vantagens do DIU incluem:

  • É um método prático e de longa duração;
  • Depois de colocado, não depende da mulher;
  • Evita ter que tomar a pílula todos os dias;
  • Não interfere no contato íntimo;
  • A fertilidade retorna ao normal depois de retirar o DIU.

Além destas vantagens, o DIU de cobre como não é um método hormonal, não tem efeitos colaterais no resto do corpo, como alterações de humor, peso e diminuição da libido e pode ser utilizado em qualquer idade, não interferindo com a amamentação.

Por outro lado, o DIU hormonal pode contribuir para a diminuição do risco de câncer do endométrio, a menstruação passa a ser mais ligeira, menos dolorosa e até pode deixar de existir e pode ser usado no tratamento de menstruações abundantes, mesmo em mulheres que não necessitem de contracepção, bem como no tratamento da endometriose e miomas.

As desvantagens do DIU podem incluir:

  • Aparecimento de anemia devido às menstruações mais longas e abundantes que o DIU de cobre provoca;
  • Risco de infeção do útero;
  • Se ocorrer uma infecção por transmissão sexual, maior probabilidade dela evoluir para uma doença mais grave, a doença inflamatória pélvica.

Raramente o DIU pode sair sem  que a mulher perceba, mas nos primeiros 3 meses a probabilidade de isso acontecer é maior.

O risco de aborto espontâneo é de aproximadamente 55% para as mulheres que engravidam apesar do dispositivo intra-uterino corretamente colocado e a probabilidade de uma gravidez ectópica é de 3 a 9%.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 29/07/2014 Última atualização da página: 11/03/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.