Convulsão

publicidade

A convulsão é um distúrbio em que ocorre contração involuntária dos músculos do corpo ou de parte dele devido ao excesso de atividade elétrica em algumas áreas do cérebro.

A convulsão tem cura quando não está relacionada com uma doença. Contudo, nestes casos, pode ser controlada com o uso de remédios anti-convulsionantes.

No entanto, muito raramente, a convulsão pode matar, quando o indivíduo tem convulsões repetitivas ou devido às consequências da convulsão como engasgamento pelo vômito ou traumatismo e hemorragia craniana.

Causas de convulsão

As causas de convulsão podem ser:

  • Febre alta, principalmente em crianças idade inferior a 5 anos;
  • Doenças como epilepsia, meningite, tétano, encefalite, infecção pelo HIV, por exemplo;
  • Traumatismo craniano;
  • Abstinência depois do consumo de longa duração de álcool e drogas;
  • Reação adversa de alguns medicamentos;
  • Problemas do metabolismo como na diabetes, insuficiência renal ou hipoglicemia, por exemplo;
  • Falta de oxigênio no cérebro.

A convulsão febril pode ocorrer nas primeiras 24 horas de uma febre em criança. Doenças como otite, pneumonia, gripe, resfriado ou sinusite podem provocar a convulsão febril. Normalmente, ela não traz riscos de vida nem deixa sequelas neurológicas à criança.

O stress acentuado pode provocar uma crise nervosa intensa semelhante a uma convulsão. Por esta razão, ela é erradamente chamada de convulsão nervosa, mas o seu nome correto é crise conversiva.

O que fazer em caso de convulsão

O que se deve fazer em caso de convulsão inclui:

  • Retirar objetos como cadeiras de perto da vítima;
  • Colocar a vítima de lado, desapertando as roupas e retirando próteses dentárias ou algo que esteja a impedir a respiração;
  • Colocar um pano enrolado na boca da vítima para ela não morder a língua;
  • Ficar com a vítima até ela recuperar a consciência.

Nunca se deve colocar os dedos dentro da boca da vítima pois ela pode morder sem querer a mão.

Sintomas de convulsão

Os sintomas de convulsão incluem:

  • Queda repentina com perda de consciência;
  • O indivíduo treme-se todo e pode mexer os olhos e cerrar os dentes;
  • O indivíduo tem espasmos musculares, contraindo o corpo;
  • Babar ou espumar pela boca;
  • Perda de controle da bexiga e do intestino;
  • Alteração do humor como raiva, medo, pânico, alegria ou risada.

Os sintomas de convulsão geralmente duram alguns segundos, mas podem persistir por 15 minutos.

Tratamento para convulsão

O tratamento para convulsão, quando esta resulta de doenças neurológicas como epilepsia pode ser feito com o uso de medicamentos anti-convulsionantes para evitar a recorrência e assegurar o controle das crises convulsivas. No entanto, o tratamento para convulsão só deve ser indicado pelo neurologista.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 23/07/2014 Última atualização da página: 10/04/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.