Cirrose

publicidade

A cirrose hepática é caracterizada pela destruição lenta do tecido do fígado e constante formação de cicatriz. Na maioria dos casos é consequência do consumo abusivo de álcool ou de hepatites virais. A cirrose é progressiva e não tem cura, o processo de formação de cicatrizes no fígado pode ser interrompido mas o tecido cicatricial existente permanecerá sempre.

Cirrose tem cura?

A cirrose não tem cura, pois é uma doença progressiva onde o fígado é destruído pouco a pouco, mas a substituição do fígado doente por um outro através de um transplante hepático pode representar a cura da doença.

Sintomas de cirrose

Os sintomas de cirrose podem ser:

  • Pele e olhos amarelados;
  • Exagero na coloração da palma das mãos;
  • Atrofia testicular, perda de pelo, ou desenvolvimento de mamas nos homens;
  • Unhas esbranquiçadas;
  • Mau hálito característico da doença hepática;
  • Veias proeminentes na região abdominal;
  • Aumento do baço;
  • Inchaço abdominal;
  • Pode haver hérnia abdominal.

Diagnóstico de cirrose

Para o diagnóstico da cirrose o médico deverá observar os sintomas do indivíduo, e solicitar exames como ressonância magnética, endoscopia digestiva alta e biópsia do fígado. 

Causas da cirrose

As causas da cirrose podem ser:

  • Consumo excessivo de bebidas alcoólicas;
  • Consumo excessivo de medicamentos;
  • Hepatite B;
  • Hepatite C;
  • Hepatite autoimune;
  • Hepatite alcoólica;
  • Hemocromatose;
  • Doença de Wilson;
  • Cirrose biliar primária;
  • Colangite esclerosante primária.

Tratamento para cirrose

O tratamento para cirrose consiste na supressão do consumo de álcool ou drogas se for o caso, em uma nutrição adequada com suplementação vitamínica e no tratamento das complicações, à medida que estas forem ocorrendo. O transplante de fígado pode ser uma alternativa de tratamento e por vezes é a única forma de curar a doença.

Complicações da cirrose

As complicações mais graves da cirrose incluem:

  • Câncer de fígado;
  • Hemorragia varicosa;
  • Ascite;
  • Peritonite bacteriana espontânea;
  • Encefalopatia hepática;
  • Síndrome hepatorrenal e
  • Hepatocarcinoma.

Para evitar estas complicações deve-se realizar o tratamento corretamente e respeitar todas as orientações médicas.

Referência Bibliográfica:

Ivonete de Sousa Silva. Cirrose hepática. Acesso em Abril, 2013.

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 21/04/2014 Última data de atualização da página: 02/10/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.