Aprenda a reconhecer os sintomas do esgotamento nervoso

publicidade

Aprender a reconhecer os sintomas do esgotamento nervoso pode ajudar a identificar precocemente transtornos psicológicos ou o excesso de trabalho mental e físico. Geralmente os primeiros sinais e sintomas do esgotamento nervoso incluem palpitações, tonturas, dor sem causa específica e sensação de falta de ar.

Porém, além dos sintomas físicos do esgotamento nervoso, também pode acontecer:

  • Irritabilidade;
  • Estresse;
  • Insônia;
  • Memória fraca;
  • Dificuldade de concentração;
  • Baixa resistência às doenças;
  • Palpitações cardíacas;
  • Ansiedade;
  • Suores frios.

Estes sintomas podem surgir apenas em momentos de grande estresse e ansiedade ou durar vários dias, já que esgotamento nervoso é um termo popular utilizado para generalizar problemas psicológico, como ataques de pânico ou depressão.

No entanto, o esgotamento mental também pode ser causado por atividades que exigem grande esforço físico ou mental e, por isso, o indivíduo com estes sintomas deve consultar um psiquiatra para diagnosticar a causa e iniciar o tratamento adequado.

Tratamento para esgotamento nervoso

O tratamento para esgotamento nervoso depende da sua causa, mas normalmente quando é causado pelo excesso de estresse pode incluir remédios para acalmar, como Pasalix, ou um período de férias.

Já nos casos de problemas psicológicos, podem ser também necessários remédios antidepressivos, como Prozac, e terapia com o psiquiatra.

Durante o tratamento para esgotamento nervoso o paciente pode dar preferência para alimentos ricos em triptofano, como castanha do Pará e abacate, porque eles liberam serotonina na corrente sanguínea, melhorando o bem-estar.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 21/08/2014 Última atualização da página: 05/03/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.