Sintomas de Tuberculose

publicidade

A tuberculose pode ser manifestada por sintomas como cansaço, falta de apetite, suores ou febre, por exemplo, no entanto, é comum surgir outros sintomas, de acordo com o órgão que é afetado pela doença.

A tuberculose é uma doença causada pela bactéria Bacilo de Koch (BK) que, geralmente, afeta os pulmões, mas que pode afetar qualquer outra área do corpo, como os ossos, intestino ou bexiga. Desta forma, a tuberculose de um modo geral, causa sintomas como:

  • Febre, aproximadamente 37.5ºC, especialmente ao entardecer e à noite;
  • Perda de peso lenta mas progressiva;
  • Falta de apetite;
  • Suor noturno exagerado que chega a molhar o lençol;
  • Cansaço;
  • Mal-estar geral.

Associado a estes sintomas, surgem outros específicos da tuberculose pulmonar ou extrapulmonar.

Sintomas da tuberculose pulmonar

Além dos sintomas gerais de tuberculose, a tuberculose que afeta os pulmões, provoca sintomas como:

  • Tosse durante 3 semanas, inicialmente seca e depois com catarro, pus ou sangue;
  • Dor no peito, junto ao tórax e dificuldade em respirar;
  • Produção de escarro esverdeado ou amarelado.

Os sintomas da tuberculose pulmonar nem sempre são percebidos no início da doença e, por vezes, o indivíduo pode estar contaminado há alguns meses e ainda não ter procurado auxílio médico, por não ter sintomas.

Sintomas da tuberculose extrapulmonar

A tuberculose extrapulmonar, que atinge outros órgãos e outras partes do nosso corpo, como rins, ossos, intestino e meninges, por exemplo, causa sintomas gerais como perda de peso, suores, febre ou cansaço, por exemplo.

Além desses sintomas, pode-se sentir dor e inchaço no local onde o bacilo está alojado, porém, como a doença não é no pulmão, não há sintomas respiratórios envolvidos.

Desta forma, caso o indivíduo identifique os sintomas da tuberculose, deverá ir ao hospital ou posto de saúde para confirmar o diagnóstico de tuberculose pleural, intestinal, urinária, miliar ou renal, por exemplo e, se necessário, iniciar o tratamento. Leia mais em: Tuberculose.

Sintomas de Tuberculose Infantil

A tuberculose em crianças e adolescentes provoca os mesmos sintomas do que no adulto, levando a febre, cansaço, falta de apetite, tosse por mais de 3 semanas e, por vezes, aumento das ínguas.

Geralmente, são necessários alguns meses para se diagnosticar a doença, pois pode ser confundida com outras e, a tuberculose pode ser pulmonar ou extra pulmonar, afetando outros órgãos da criança.

Tratamento para tuberculose

O tratamento para a tuberculose é gratuito e, geralmente, é feito com a dose diária de comprimidos para combater o bacilo e inclui o uso de antibióticos, como Rifampicina ou Isoniazida por exemplo, durante 6 meses. Porém, o tratamento pode demorar 2 anos ou mais, caso o indivíduo não o sega corretamente, ou se for uma tuberculose multirresistente, por exemplo.

Desta forma, o médico deverá orientar o indivíduo sobre quando tempo ele deverá tomar o medicamento e alertá-lo para que tome os remédios todos os dias, sempre na mesma hora. Saiba mais sobre o tratamento em: Tratamento para tuberculose.

Tuberculose tem cura

A tuberculose tem cura, mas, para alcançá-la, é preciso que o tratamento seja seguido corretamente durante o tempo determinado pelo médico, que em média dura 6 meses mas que, pode chegar a 5 anos, em alguns casos.

Após o primeiro mês, é normal que os sintomas da tuberculose desapareçam, no entanto, é importante continuar a tomar os antibióticos pelos outros 5 meses, para garantir a completa eliminação da bactéria do organismo e, caso o indivíduo parar de tomar os antibióticos antes, é muito provável que as bactérias remanescentes se tornem ainda mais fortes, agravando a doença. Leia mais em: Tuberculose tem cura.

Contágio da tuberculose

O contágio da tuberculose se dá através da inalação do ar contaminado com o Bacilo de Koch e, normalmente ocorre ao estar próximo a um doente tuberculoso, através da tosse, riso ou espirro.

As gotículas que contaminam são invisíveis ao olho e podem ficar no ar durante várias horas, particularmente se o doente estiver em local não ventilado, como transportes públicos.

Além disso, o bacilo pode se instalar nos pulmões ou chegar à corrente sanguínea e depois instalar-se em qualquer outro órgão como rins ou ossos, por exemplo. Veja mais em: Contágio da tuberculose.

Prevenção da tuberculose

Para a prevenção da tuberculose, recomenda-se tomar a vacina BCG durante a infância.

Também é importante evitar o contacto com indivíduos contaminados, permanecer longos períodos em locais úmidos, sem exposição solar e com muitas pessoas em espaços pequenos. Leia ainda: Como se prevenir da tuberculose.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade