Roséola infantil

publicidade

A roséola infantil, ou exantema súbito, é uma doença causada por um vírus da família da herpes, que provoca febre alta, entre os 38 e os 40ºC, que surge de forma repentina e dura até 4 dias e que depois baixa ou desaparece também de forma repentina, surgindo a seguir pequenas manchas cor-de-rosa na pele da criança, principalmente no tronco, pescoço e braços.

Normalmente, a roséola infantil não coça, no entanto, se a criança tiver coceira, pode-se aplicar pomadas anti-histamínicas, como Polaramine, com o conhecimento do pediatra.

A roséola infantil, também conhecida por sexta doença, afeta principalmente crianças até aos 6 anos de idade, sendo mais frequente antes dos 2 anos. É uma doença contagiosa, que é transmitida para a criança através do contato com a saliva de outra criança contaminada.

Geralmente, a criança não pega roséola infantil mais de uma vez, no entanto, em casos raros, a criança pode ser contaminada com outro vírus da mesma família, apresentando roséola infantil pela segunda vez.

Fotos da roséola infantil

Sintomas da roséola infantil

Os sintomas da roséola infantil aparecem pela seguinte ordem:

  1. Aparecimento repentino de febre alta, entre 38 a 40ºC, por cerca de 3 a 4 dias;
  2. Diminuição ou desaparecimento da febre de forma repentina;
  3. Manchas na pele, principalmente no tronco, pescoço e braços.

Outros sintomas que podem aparecer incluem:

  • Perda de apetite;
  • Tosse e nariz escorrendo;
  • Diarreia, que não é muito frequente.

Geralmente, a roséola infantil dura cerca de 7 dias, desde o aparecimento dos seus sintomas, no entanto, o período de incubação é de 5 a 15 dias.

Tratamento da roséola infantil

O tratamento da roséola infantil consiste em controlar os sintomas da doença, principalmente a febre. O pediatra poderá indicar a toma de Paracetamol para diminuir a febre e assim evitar convulsões febris.

Algumas medidas que podem ajudar a controlar a febre são:

  • Vestir a criança com roupas leves;
  • Evitar mantas e cobertores, mesmo se for inverno;
  • Dar banhos na criança somente com água e temperatura ligeiramente morna;
  • Colocar um pano molhado em água fresca na testa da criança por alguns minutos e também nas axilas.

Outra opção para ajudar a diminuir a febre é o Remédio caseiro para roséola infantil.

Ao seguir estas orientações, a febre deverá diminuir um pouco sem ter que se recorrer a medicamentos, mas é preciso verificar se a criança tem febre várias vezes ao dia. Enquanto a criança está doente é aconselhado que não frequente a creche nem esteja em contato com outras crianças.

Transmissão da roséola infantil

​A roséola infantil transmite-se pelo contato com a saliva de outra criança contaminada, através da fala, beijos, tosse, espirros ou brinquedos contaminados com saliva e pode ser transmitida mesmo antes das manchas da pele aparecerem.

A roséola infantil, normalmente, não é transmitida para os adultos porque a maioria dos indivíduos tem defesas para a roséola, mesmo que nunca tenha tido a doença, porém se o adulto tiver o sistema imune enfraquecido pode pegar roséola.

É raro a grávida ficar contaminada com o vírus da roséola e poder desenvolver a doença na gestação, porém, mesmo que fique contaminada, não existe complicações para o feto.

Link útil:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 15/09/2014 Última atualização da página: 19/06/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.