Primeiros sintomas da AIDS

publicidade

Confira os primeiros sintomas da infecção com HIV e os primeiros sintomas da AIDS.

Primeiros sintomas da infecção com HIV

Os primeiros sintomas da infecção com HIV, causador da AIDS, podem ser:

  • Febre
  • Mal estar
  • Dor de cabeça

Como são muito parecidos com os sintomas de uma gripe, eles muitas vezes passam desapercebidos. Estes sintomas duram, aproximadamente, 14 dias e depois desaparecem completamente (fase assintomática da doença), até que, cerca de 8 a 10 anos depois, surgem os principais sintomas da AIDS, que estão relacionados a doenças oportunistas como toxoplasmose, sarcoma de Kaposi e candidíase oral ou genital persistente, por exemplo.

Primeiros sintomas da AIDS

Os primeiros e principais sintomas relacionados à AIDS surgem após vários anos de contaminação com o vírus. São eles:

  • Febre alta persistente;
  • Tosse seca prolongada;
  • Suor noturno;
  • Edema dos gânglios linfáticos por mais de 3 meses;
  • Dor de cabeça;
  • Dor em todo o corpo;
  • Cansaço fácil;
  • Rápido emagrecimento;
  • Candidíase oral ou genital frequente;
  • Diarreia há mais de 1 mês;
  • Manchas avermelhadas ou pequenas erupções na pele, chamadas cientificamente de Sarcoma de Kaposi.

Ao identificar estes sintomas, o indivíduo deverá realizar o teste do HIV prontamente para poder identificar a doença e iniciar o tratamento o mais rápido possível.

Para saber onde realizar gratuitamente o teste do HIV, pode-se ligar para o número (0xx21) 518-2221, de Segunda a Sexta, das 12h às 18h.

Tratamento da AIDS

O tratamento da AIDS é feito com um coquetel de medicamentos fornecidos gratuitamente pelo governo. Alguns exemplos são:

  • Etravirina
  • Tipranavir
  • Tenofovir
  • Lamivudina 
  • Efavirenz

Eles combatem o vírus e aumentam a quantidade e qualidade das células de defesa do indivíduo. Mas, para que tenham o efeito esperado, é preciso que o indivíduo siga corretamente as orientações do médico e use preservativo em todas as relações, para evitar a contaminação de outros e ajudar a controlar a epidemia da doença.

O uso do preservativo é importante até mesmo nas relações sexuais com parceiros já infectados com o vírus da AIDS. Este cuidado é importante, pois existem mais de 1 tipo de vírus da AIDS e os parceiros poderiam ser novamente infectados, mas com outro subtipo do vírus HIV, dificultando a cura da doença.

Entenda a AIDS

A AIDS é uma doença causada pelo vírus HIV que debilita o sistema imune, deixando o indivíduo fraco e propenso a doenças que seriam de fácil resolução.

Após a entrada do vírus no organismo, as células de defesa tentam impedir a sua ação e, quando parecem conseguir, o vírus muda de forma e o corpo precisa fabricar outras células de defesa capazes de o travar.

Quando existe uma menor quantidade de vírus HIV no organismo e uma boa quantidade de células de defesa, o indivíduo fica na fase assintomática da doença, que pode durar muitos anos. Contudo, quando a quantidade de vírus no organismo é muito maior do que as suas células de defesa, os principais sintomas da AIDS surgem, pois o organismo já está mais enfraquecido e não consegue travar nem mesmo doenças que seriam de fácil resolução.

Por isso, a melhor forma de tratamento para AIDS é evitar uma recontaminação com o vírus e tomar corretamente os medicamentos fornecidos pelo médico.

Links úteis:

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 24/04/2014 Última data de atualização da página: 21/11/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.