Ômega 3

publicidade

Confira os benefícios do ômega 3, se ele engorda ou emagrece, sua importância na gravidez e quando ele deve ser utilizado em cápsulas.

Para que serve o ômega 3

O ômega 3 é um ácido graxo essencial presente em alguns alimentos que é muito importante para o bom funcionamento do cérebro. Além disso, o ômega 3 é importante para prevenir doenças cardiovasculares e diminuir o risco de desenvolvimento do câncer de mama.

Benefícios do ômega 3

Os principais benefícios do ômega 3 são:

  • Melhorar a capacidade de aprendizagem
  • Diminuir o estresse
  • Combater a TPM
  • Combater inflamações
  • Ajudar no combate à depressão
  • Diminuir o VLDL, o LDL e o colesterol total
  • Melhorar o sistema imune
  • Ajudar a emagrecer
  • Ajudar na manutenção dos níveis de testosterona, para um ótimo desenvolvimento muscular

Alimentos ricos em ômega 3

Os alimentos ricos em ômega 3 são os peixes como sardinha, atum, bacalhau, cação e salmão. Mas, o azeite de oliva, o óleo de linhaça e a própria semente de linhaça, brócolis, rúcula e espinafre também possuem ômega 3, só que em menor proporção.

Ômega 3 emagrece?

O ômega 3, assim como qualquer outra gordura, quando consumido em excesso engorda, pois cada 1 g de qualquer gordura contém 9 calorias. Contudo, quando utilizada sob orientação do médico ou do nutricionista pode ser um bom aliado para ajudar a emagrecer.

Neste caso, o ideal é substituir a gordura má pela gordura boa do ômega 3.

O ácido linoleico conjugado - CLA é a combinação do ômega 3 e do ômega 6 que faz com que o indivíduo emagreça mais facilmente, especialmente se ele praticar algum tipo de atividade física regularmente.

Ômega 3 na gravidez

O aumento do consumo de ômega 3 é importante durante a gravidez e a lactação, para que haja ômega 3 suficiente tanto para a mulher, quanto para o bebê. A suplementação com ômega 3 é importante também para os bebês prematuros, para os ajudar no seu desenvolvimento cerebral.

Ômega 3 em cápsulas

Recomenda-se a suplementação com ômega durante a gravidez e em caso de:

  • Inflamações, como a tendinite, por exemplo
  • Lesões na pele
  • Depressão
  • Dificuldades na aprendizagem
  • Distúrbios pré-menstruais

Neste caso, é recomendado tomar de 1 a 3g de ômega 3 por dia.

A dose diária recomendada de ômega 3 é de:

  • Adultos (2-18 anos): 250 mg
  • Grávidas e lactantes: 400 mg
  • Bebês dos 6 a 24 meses: de 50 a 100 mg

Para adultos, basta consumir estes peixes de 3 a 4 vezes e crianças de 1 a 2 vezes por semana para alcançar a dose recomendada de ômega 3 semanal.

Contudo, é importante que estes alimentos não sejam consumidos fritos, pois a fritura e as altas temperaturas destroem as propriedades do ômega 3, inutilizando-o. Uma outra boa dica é só cozinhar com azeite, dando preferência aos cozidos e grelhados, e evitar cozinhar em altas temperaturas, deixando o fogo sempre baixo.

Link útil:

Referência Bibliográfica:

ANDRADE PMM, et al. Suplementação de ácidos graxos ômega 3 em atletas de competição: impacto nos mediadores bioquímicos relacionados com o metabolismo lipídico. Acesso em Nov. 2012.

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 21/04/2014 Última data de atualização da página: 12/02/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.