Barriga dura na gravidez

publicidade

Com o crescimento do útero e o desenvolvimento do bebê a barriga começa a ficar dura logo no início da gravidez, por volta das 7 ou 8 semanas de gestação. Nesta fase é normal a mulher perceber que a parte de baixo do umbigo, também conhecida popularmente como 'pé da barriga', está mais inchada e mais dura que antes de engravidar.

Com o crescimento do feto a barriga vai ficando cada vez mais redonda e mais dura. Normalmente a barriga começa a ficar dura na parte de baixo do umbigo e depois vai ficando dura em toda à volta do umbigo, e por volta do 5º mês de gestação, a barriga fica mais arredondada deixando bem claro que a mulher está grávida.

Barriga dura após as 20 semanas de gestação

A barriga que fica momentaneamente dura após as 20 semanas de gestação representam as contrações de treinamento, cientificamente chamada contrações de Braxton Hicks. Estas contrações podem ocorrer várias vezes ao dia e geralmente não causam nenhuma dor ou incômodo e por isso nem todas as grávidas as percebem.

É mais fácil observar este endurecimento momentâneo da barriga à noite, quando a mulher está mais descansada. Não é necessário fazer nada quando estas contrações surgem porque elas são normais e esperadas, mas se a grávida ficar incomodada poderá respirar fundo e tentar se acalmar, porque assim as contrações de treinamento diminuem.

Leia também: Como identificar as contrações.

Quando a mulher apresentar muitos episódios de barriga dura por dia, antes das 37 semanas de gestação e se houver dilatação o médico poderá indicar o uso de um suplemento de magnésio para diminuir a contratilidade do útero. No entanto, este medicamento só deve ser tomado sob orientação médica e deve-se parar seu uso as 36 semanas de gestação para não haver complicações durante o trabalho de parto.

Quando ir ao médico

É aconselhado ir ao médico quando a mulher apresentar:

  • Vários episódios de barriga dura por dia (mais de 2 contrações por hora);
  • Se sentir muita dor quando observar uma contração;
  • Se estiver no final da gravidez;
  • Se suspeitar de início do trabalho de parto. Veja: Sinais de trabalho de parto.
  • Se houver febre ou perda de sangue pela vagina;
  • Se houver diminuição dos movimentos do bebê.

Em todo caso sempre que a mulher desconfiar que algo está errado deverá entrar em contato com seu obstetra para esclarecer suas dúvidas e se não for possível falar com ele, deve-se ir ao pronto socorro ou maternidade.

Veja também: O que levar para a maternidade

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade