Autismo Infantil

PUBLICIDADE

O autismo infantil é uma síndrome geralmente diagnosticada entre os 2 e 3 anos de idade, que é caracterizada por problemas na comunicação, na socialização e no comportamento, que faz com a criança apresente algumas características específicas, como dificuldade na fala e em expressar ideias e sentimentos, mal-estar em meio aos outros e pouco contato visual, além de padrões repetitivos e movimentos estereotipados, como ficar muito tempo sentado balançando o corpo para frente e para trás.

Sintomas e características do autismo infantil

São sintomas e características do autismo infantil:

  • Dificuldade na interação social, como contato visual, expressão facial, gestos, dificuldade em fazer amigos, dificuldade em expressar emoções;
  • Prejuízo na comunicação, como dificuldade em iniciar ou manter uma conversa, uso repetitivo da linguagem;
  • Alterações comportamentais, como não saber brincar de faz de conta, padrões repetitivos de comportamentos, ter muitas "manias" e apresentar intenso interesse por algo específico, como a asa de um avião, por exemplo.

Causas do autismo infantil

As causas do autismo infantil não são totalmente esclarecidas, mas sabe-se que esta síndrome pode estar relacionada a:

  • Deficiência e anormalidade cognitiva de causa genética e hereditária, pois observou-se que alguns autistas apresentam cérebros maiores e mais pesados e que a conexão nervosa entre suas células era deficiente;
  • Fatores ambientais, como o ambiente familiar, complicações durante a gravidez ou parto;
  • Alterações bioquímicas do organismo caracterizadas pelo excesso de serotonina no sangue;
  • Anormalidade cromossômica evidenciada pelo desaparecimento ou duplicação do cromossomo 16.

A dificuldade em saber a causa do autismo ocorre porque nem todas estas alterações estão presentes em todos os autistas.

Diagnóstico do autismo infantil

O diagnóstico do autismo infantil geralmente é feito pelo psiquiatra através da observação da criança e da realização de alguns testes de diagnóstico, entre os 2 e 3 anos de idade. Para o diagnóstico do autismo infantil a criança deverá apresentar características das 3 áreas que são afetadas no autismo: interação social, alteração comportamental e falhas na comunicação e não é necessário apresentar uma extensa lista de sintomas para ser diagnosticado com autismo, pois esta síndrome manifesta-se em diferentes graus e, por isso, a criança pode apresentar somente algumas características do autismo, sendo então diagnosticada com autismo leve, por exemplo.

O autismo, por vezes, pode ser quase que imperceptível e pode confundir-se com timidez, falta de atenção ou excentricidade, como ocorre no caso da síndrome de Asperger e no autismo de alto funcionamento.

Tratamento para autismo infantil

O tratamento do autismo infantil vai depender do tipo de autismo que a criança possui e do seu grau de comprometimento, mas pode ser feito com:

  • Consumo de medicamentos;
  • Fonoaudiologia;
  • Terapia comportamental;
  • Terapia de grupo;
  • Psicoterapia.

Apesar do autismo não ter cura, o tratamento, quando é realizado corretamente, pode facilitar o cuidado com a criança, tornando a vida dos pais um pouco mais facilitada. No caso do autismo leve, a ingestão de medicamentos nem sempre é necessária e o indivíduo pode levar uma vida aparentemente normal.

Existem diferentes tipos de autistas?

O "espectro autista" é amplo, pois existem diferentes tipos de autistas, alguns apresentam comprometimento grave e outros leve, como é o caso do autismo de alto funcionamento. Neste último caso o indivíduo pode ser muito inteligente e desenvolver sofisticados softwares ou ter uma facilidade extrema para alguma atividade específica, como a matemática para o americano que inspirou o filme “Rain Man”.

Alguns livros que falam sobre o autismo são: “O estranho caso do cachorro morto”, da Ed. Record, e “Um Antropólogo em marte”, da Companhia das Letras. Estas costumam ser boas leituras para pais de crianças diagnosticadas com autismo.

Links úteis:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE