Como Identificar o Alzheimer Precoce

O Alzheimer é considerado precoce quando é diagnosticado antes do 65 anos de idade e neste caso ele é sempre hereditário. Seus principais sintomas podem incluir falhas da memória, confusão mental ou irritabilidade e agressividade, surgindo muitas vezes por volta dos 30 anos de idade. O diagnóstico precoce é importante, pois quando tratada desde cedo, mais facilmente a doença consegue ser controlada.

Quando os primeiros sintomas surgem, são muitas vezes são confundidos com estresse e distração, e por isso é muito importante ficar atento, especialmente quando existe histórico familiar da doença. 

Como Identificar o Alzheimer Precoce

Sintomas do Alzheimer Precoce

Alguns sintomas de Alzheimer Precoce incluem:

  • Falhas da memória como esquecer onde estão os óculos ou esquecer o que foi fazer no quarto que tornam-se cada vez mais comuns;
  • Confusão mental como não saber onde está ou o que foi fazer ali;
  • Trocar o lugar das coisas como guardar o telefone dentro da geladeira, por exemplo;
  • Irritabilidade e agressividade;
  • Apatia;
  • Angústia e depressão;
  • Perda dos movimentos como dificuldade para levantar-se sozinho;
  • Perda da cognição como dificuldade em realizar contas simples como 3 x 4;
  • Hipersexualidade;
  • Insônia, dificuldade para dormir ou vários despertares noturnos.

Em caso de suspeita de Alzheimer pode-se responder a um questionário que aborda 10 questões sobre o dia a dia da pessoa. Veja quais são estas perguntas em: Teste rápido para saber se pode estar com Alzheimer.

Idade do Alzheimer precoce

Estes sinais muitas vezes são confundidos com estresse e distração, mas indivíduos que tenham familiares próximos diagnosticados com Alzheimer devem estar atentos a estes sinais que podem começar a surgir por volta dos 30, 35 anos de idade. Há casos de indivíduos que começaram a apresentar os primeiros sinais de Alzheimer aos 30 anos mas o diagnóstico da doença só foi feito 10 anos depois quando a doença já estava mais avançada.

No caso do Alzheimer precoce os sintomas da doença instalam-se de forma muito mais rápida que nos idosos e a incapacidade de cuidar de si próprio surge muito cedo, necessitando da ajuda de cuidadores por volta dos 60 anos.

Diagnóstico do Alzheimer precoce

O diagnóstico do Alzheimer precoce é feito através:

  • Observação dos sinais e sintomas da doença;
  • Comprovação de comprometimento cerebral através de exames de imagem e testes de memória.

Se você está suspeitando que possa ter essa doença ou que alguém próximo pode ter, faça o teste a seguir:

Teste rápido do Alzheimer. Faça o teste o descubra qual o seu risco de ter essa doença.

Começar o teste
Imagem ilustrativa do questionário
A sua memória está boa?
  • Tenho boa memória, apesar de haver pequenos esquecimentos que não interferem no meu dia-a-dia.
  • Às vezes esqueço algumas coisas como a pergunta que me fizeram, esqueço compromissos e onde deixei as chaves.
  • Costumo esquecer o que fui fazer na cozinha, na sala, ou no quarto e também o que estava fazendo.
  • Não consigo lembrar de informações simples e recentes como o nome de quem acabei de conhecer, mesmo se me esforçar muito.
  • É impossível lembrar onde estou e quem são as pessoas à minha volta.
Você sabe que dia é hoje?
  • Geralmente sou capaz de reconhecer as pessoas, os lugares e sei que dia é hoje.
  • Não me lembro muito bem que dia é hoje e tenho uma leve dificuldade para guardar datas.
  • Não sei bem em que mês estamos, mas sou capaz de reconhecer locais familiares, mas fico meio confuso em locais novos e posso me perder.
  • Não me lembro exatamente quem são meus familiares, onde moro e não me lembro de nada do meu passado.
  • Tudo que sei é o meu nome, mas às vezes lembro-me dos nomes dos meus filhos, netos ou outros parentes
Você ainda é capaz de tomar decisões?
  • Sou plenamente capaz de resolver problemas cotidianos e lido bem com questões pessoais e financeiras.
  • Tenho alguma dificuldade para entender alguns conceitos abstratos como porque uma pessoa pode ficar triste, por exemplo.
  • Estou me sentindo um pouco inseguro e tenho medo de tomar decisões e por isso prefiro que os outros decidam por mim.
  • Não me sinto capaz de resolver qualquer problema e a única decisão que tomo é o que quero comer.
  • Não sou capaz de tomar nenhuma decisão e sou totalmente dependente da ajuda de outras pessoas.
Você ainda tem uma vida ativa fora de casa?
  • Sim, consigo trabalhar normalmente, faço compras, estou envolvido com a comunidade, igreja e outros grupos sociais.
  • Sim, mas estou começando a ter alguma dificuldade para dirigir mas ainda me sinto seguro e sei lidar situações de emergência ou não planejadas.
  • Sim, mas sou incapaz de ficar sozinho em situações importantes e preciso de alguém para me acompanhar em compromissos sociais para conseguir parecer uma pessoa "normal" para os outros.
  • Não, não saio de casa sozinho porque não tenho capacidade e preciso sempre de ajuda.
  • Não, sou incapaz de sair de casa sozinho e estou muito doente para isso.
Como estão suas habilidades dentro de casa?
  • Ótimas. Continuo tendo tarefas dentro de casa, tenho hobbies e interesses pessoais.
  • Já não tenho vontade de fazer nada dentro de casa, mas se insistirem, posso tentar fazer alguma coisa.
  • Abandonei completamente minhas atividades, assim como hobbies e interesses mais complexos.
  • Tudo o que sei é tomar banho sozinho, me vestir e ver televisão e não sou capaz de fazer nenhuma outra tarefa dentro de casa.
  • Não sou capaz de fazer nada sozinho e preciso de ajuda para tudo.
Como está sua higiene pessoal?
  • Sou totalmente capaz de me cuidar, vestir, lavar, tomar banho e usar o banheiro.
  • Estou começando a ter alguma dificuldade para cuidar da minha própria higiene pessoal.
  • Preciso que outros me lembrem de que tenho que ir ao banheiro, mas consigo fazer minhas necessidades sozinho.
  • Preciso de ajuda para me vestir e me limpar e às vezes faço xixi na roupa.
  • Não consigo fazer nada sozinho e preciso que outra pessoa cuide da minha higiene pessoal.
Seu comportamento está mudando?
  • Tenho um comportamento social normal e não há nenhuma mudanças na minha personalidade.
  • Tenho pequenas mudanças no meu comportamento, personalidade e controle emocional.
  • Minha personalidade está mudando aos poucos, antes eu era muito simpático e agora estou meio rabugento.
  • Dizem que eu mudei muito e já não sou a mesma pessoa e já sou evitado pelos meus antigos amigos, vizinhos e parentes distantes.
  • Meu comportamento mudou muito e me tornei uma pessoa difícil e desagradável.
Você consegue se comunicar bem?
  • Não tenho nenhuma dificuldade para falar ou escrever.
  • Estou começando a ter alguma dificuldade em encontrar as palavras certas e levo mais tempo para completar meu raciocínio.
  • Está cada vez mais difícil encontrar as palavras certas e tenho tido dificuldade para nomear objetos e noto que tenho menos vocabulário.
  • Está muito difícil me comunicar, tenho dificuldade com as palavras, de entender o que me dizem e não sei bem ler ou escrever.
  • Simplesmente não consigo me comunicar, não falo quase nada, não escrevo e não entendo muito bem o que me dizem.
Como está seu humor?
  • Normal, não noto nenhuma mudança no meu humor, interesse ou motivação.
  • Por vezes fico triste, nervoso, ansioso ou deprimido, mas sem grandes preocupações na vida.
  • Fico triste, nervoso ou ansioso todos os dias e isso tem se tornado cada vez mais frequente.
  • Todos os dias sinto-me triste, nervoso, ansioso ou deprimido e não tenho qualquer interesse ou motivação para realizar qualquer tarefa.
  • A tristeza, depressão, ansiedade e o nervosismo são meus companheiros diários e perdi totalmente meu interesse pelas coisas e já não tenho motivação para nada.
Você consegue se concentrar e prestar atenção?
  • Tenho uma atenção perfeita, boa concentração e ótima interação com tudo o que está à minha volta.
  • Estou começando a ter dificuldade em prestar atenção em alguma coisa e fico sonolento durante o dia.
  • Tenho alguma dificuldade de atenção e pouca concentração e por isso posso ficar olhando fixamente para um ponto ou de olhos fechados durante algum tempo, mesmo sem dormir.
  • Passo boa parte do dia dormindo, não presto atenção em nada e quando converso digo coisas sem lógica ou que não têm relação ao tema da conversa.
  • Não consigo prestar atenção a nada e sou completamente desconcentrado.

Tratamento para Alzheimer precoce

O tratamento para o Alzheimer precoce deve ser instituído o mais rápido possível para ajudar a diminuir os sintomas e evitar a progressão da doença. O indivíduo poderá beneficiar-se de uma alimentação saudável, prática de exercícios físicos e conhecimento sobre a doença e suas limitações.

Em média, o tempo de vida do indivíduo com Alzheimer é de aproximadamente 10 a 15 anos após o diagnóstico da doença mas quanto antes a doença for descoberta, melhor o prognóstico.

Links úteis:

Mais sobre este assunto: