O que é e como tratar a candidíase

A candidíase é uma infecção causada pelo fungo Candida, normalmente da espécie albicans que provoca coceira intensa, vermelhidão e placas esbranquiçadas, afetando principalmente a boca e os órgãos genitais de homens ou mulheres.

A candidíase tem cura e o seu tratamento pode ser feito com pomadas ou remédios que eliminam os fungos que estão provocando essa doença, ajudando no alívio dos sintomas.

Este tipo de fungo vive no organismo humano, mas o sistema imune é capaz de evitar a sua proliferação exagerada. Porém, quando o corpo está mais fraco ou sofre alguma alteração hormonal, como após uma gripe ou durante a gravidez, estes fungos podem se reproduzir de forma exagerada causando a candidíase. Veja todos os sintomas desta doença aqui.

Candidíase na bocaCandidíase na boca
Candidíase na região genitalCandidíase na região genital

Tratamento para candidíase

O tratamento para candidíase normalmente é feito com uso de remédios orais, pomadas ou solução, além de dieta adaptada e deve sempre ser orientado por um ginecologista, urologista ou dentista dependendo da região afetada porque seu tratamento varia conforme a área afetada.

Como tratar a candidíase genital

A candidíase genital pode afetar o homem e a mulher e para o tratamento são usadas pomadas como Candicort ou Fluconazol, que devem ser aplicadas 2 a 3 vezes por dia, entre 3 até 14 dias, de acordo com a indicação do médico ou em comprimidos principalmente no homem. Se é homem veja como é o tratamento mais indicado para a candidíase masculina.

Além disso, deve-se:

  • Evitar roupas íntimas que não sejam de algodão;
  • Lavar a região genital somente com água e sabonete neutro ou sabonete próprio para a região;
  • Sempre que possível, dormir sem roupas íntimas;
  • Evitar absorventes internos;
  • Evitar ter contacto intimo desprotegido durante o tempo de tratamento com os remédios.

Estes recomendações ajudam a evitar que a infecção seja recorrente e também se pode proceder à lavagem dos órgãos genitais com folhas de barbatimão como remédio caseiro que auxilia no tratamento da candidíase. Veja como preparar o Remédio caseiro para candidíase.

Como tratar a candidíase oral

Usa-se remédios orais em forma de comprimidos ou solução oral como Nistatina, Fluconazol ou Itraconazol até as lesões passarem da boca e o desconforto desapareça.

Para facilitar no tratamento é fundamental escovar os dentes pelo menos 3 vezes por dia e evitar comer alimentos ricos em gordura e açúcar.

Como tratar a candidíase na pele

No caso de candidíase na pele ou unhas deve-se aplicar pomadas por cerca de 3 meses como Diflucan.

Além disso, durante o tratamento da candidíase é recomendado não andar descalço em piscinas, sauna ou locais públicos, calçar luvas sempre que tiver de fazer limpezas e manter os locais com dobras sempre secos.

Causas da candidíase

Alguns fatores que estão associados ao aumento do risco de ter candidíase, incluem:

  • Relação sexual desprotegida com parceiro contaminado;
  • Uso frequente de antibióticos, anticoncepcionais e corticoides;
  • Gravidez ou durante a menstruação;
  • Doenças como diabetes, AIDS, HPV e lúpus que tornam o sistema imune mais fraco;
  • Uso frequente de roupas apertadas ou molhados;
  • Andar descalço ou partilhar luvas por exemplo;
  • Fazer higiene intima mais de 2 vezes ao dia e usar absorvente por mais de 3 horas seguidas.

Uma pessoa também pode estar contaminada com o fungo e não saber, pois a doença normalmente se manifesta quando o sistema imunológico está enfraquecido.

Tipos de candidíase e seus sintomas

Os principais tipos de candidíase e seus sintomas são:

  • Candidíase vaginal: caracterizada por coceira vaginal, corrimento branco em grumos, como nata de leite e mal cheiro no local, além de poder haver ardor e dor durante as relações íntimas.
  • Candidíase no homem: normalmente não causa sintomas e quando eles surgem caracteriza-se por coceira, manchas vermelhas no pênis, leve inchaço, ardor ao urinar, feridas esbranquiçadas na glande, dor durante o contato íntimo.
  • Candidíase oral: também chamada de sapinho, esse tipo da doença costuma afetar bebês e adultos com o sistema imune enfraquecido e é caracterizada por placas esbranquiçadas na boca, na língua, céu da boca e na garganta, ardência na boca e dor ao engolir.
  • Candidíase na pele: manifesta-se através de sintomas como coceira e vermelhidão que surgem especialmente nas 'dobrinhas' da pele de pessoas com o sistema imune enfraquecido.
  • Candidíase intestinal: observa-se a presença de pequenos resíduos esbranquiçados nas fezes que estavam na parede do intestino.

A transmissão da candidíase oral pode acontecer por contato direto, através do beijo e de relações íntimas sem proteção, mas só afeta normalmente pessoas que estejam com o sistema imune enfraquecido.

Diagnóstico de Candidíase

O diagnóstico da candidíase é feito através do exame clínico com o médico, que irá avaliar os sintomas nos locais afetados do corpo, e através de exames laboratoriais que confirmam a presença do fungo na região.

Para os exames laboratoriais, o médico raspa uma pequena amostra da região afetada e envia para o laboratório, que irá avaliar a presença do fungo através do microscópio. Nas mulheres, esse exame é feito através do papanicolau.

Mais sobre este assunto: