5 Dicas para a prevenção da Diabete

publicidade

Algumas dicas para a prevenção da diabete podem ser:

  1. Comer com intervalos controlados evitando jejuns prologados;
  2. Evitar refeições muito grandes; 
  3. Evitar comer doces exageradamente;
  4. Manter um peso adequado para a altura. Não estar acima do peso;
  5. Praticar atividade física regularmente.

Estas dicas servem para a prevenção da diabete Tipo 2, e são importantes especialmente entre os indivíduos que têm parentes próximos com diabetes. Isto porque apesar da diabete ser uma doença que não tem cura, ela pode ser prevenida de forma simples com um estilo de vida saudável.

A diabete tipo 2 pode se desenvolver em qualquer pessoa, especialmente em pessoas com maus hábitos alimentares e após os 45 anos de idade.

Prevenção da diabete Tipo 1

Fazer prevenção da diabete tipo 1 não é possível porque esse tipo de diabetes é genética. A criança nasce com diabetes tipo 1, mesmo que não tenha se percebido à nascença. 

No caso da diabete tipo 1, é muito comum que exista história de diabetes na família e é importante observar se a criança apresenta sintomas de diabetes como:

  • sede excessiva;
  • perda de peso significativa sem uma causa que justifique;
  • urinar muitas vezes;
  • boca seca apesar da ingestão de água;
  • muita fome;
  • cansaço frequente;
  • fraqueza;
  • confusão mental;
  • visão turva ou embaçada;
  • enjoo;
  • tontura.

A diabete tipo 1 costuma ser diagnosticada entre os 10 e 14 anos de idade, mas pode aparecer em qualquer idade.

O tratamento inclui a ingestão de insulina, a alimentação e o exercício físico. A insulina a se tomar é prescrita pelo médico de acordo com a forma como a doença se manifesta no paciente. A alimentação deve excluir os açúcares e controlar os alimentos ricos em carboidratos e, por isso, deve ser acompanhada por um nutricionista. O exercício físico deve ser diário.

Prevenção da diabete gestacional

A prevenção da diabete gestacional é possível. Para isso, é necessário fazer um acompanhamento pré-natal o mais cedo possível, ter um peso adequado antes de engravidar, fazer uma alimentação saudável antes e nos primeiros meses de gravidez  praticar atividades físicas permitidas na gestação.

A diabete gestacional pode surgir em gestantes com mais de 25 anos, obesas ou quando a gestante tem uma intolerância aos açúcares. Entretanto, também pode se desenvolver em mulheres mais novas ou com peso normal. O tratamento envolve a aplicação de insulina, além de dieta para diabete.

A consequência da diabete gestacional é o bebê receber açúcar em excesso durante a gravidez e isto pode causar um crescimento excessivo do bebê. Em geral, bebês que nascem de mães que desenvolveram diabetes gestacional não possuem indicação para o parto normal porque são muito grandes. 

Os bebes de mães que tiveram diabetes gestacional nascem em geral maiores, mas não têm diabetes e a mãe também deixa de ter diabetes depois do parto, mas normalmente o desenvolvimento da diabetes gestacional indica uma tendência para desenvolvimento de diabetes no futuro e, por isso, é importante se redobrar os cuidados para a prevenção da diabete.

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 31/08/2014 Última atualização da página: 21/11/2013
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.