Nódulo na mama

publicidade

O nódulo na mama é um pequeno "caroço", palpável, que pode doer, que é mais frequente na mulher do que no homem. Ao encontrar o nódulo durante o auto-exame da mama, o mastologista pode indicar exames de imagem como ultrassom ou mamografia para identificar e analisar o nódulo na mama.

O nódulo na mama geralmente é benigno, pois na maioria das vezes está relacionado com as alterações hormonais que ocorrem durante o período fértil. Porém, o nódulo na mama pode ser câncer de mama, especialmente se houver história de câncer de mama na família.

O nódulo na mama hipoecogênico ou hipoecoico é apenas uma expressão que aparece nos relatórios dos exames de imagem, não indicando a gravidade ou malignidade do nódulo. Para saber o resultado do exame e a gravidade do nódulo na mama, é utilizado um sistema de classificação através de graus, sendo que o resultado só deve ser preocupante a partir do grau 4.

Nódulo na mama, o que pode ser?

O nódulo na mama pode ser causado por alterações hormonais ou por doenças como:

  • Alterações fibrocísticas que podem ocorrer nas mamas, que geralmente estão associadas à menstruação e que normalmente não necessitam de nenhum tratamento específico;
  • Fibroadenoma que é um tumor benigno na mama, mais comum em mulheres jovens, que não é grave, pois raramente vira câncer e que geralmente não necessita de tratamento;
  • Cistos na mama que ocorrem frequentemente em mulheres na pré-menopausa com idade acima dos 40 anos, sendo uma alteração mamária não grave que raramente vira câncer e que não necessita de tratamento específico;
  • Infeções ou lesões mamárias que podem ser tratadas com medicamentos indicados pelo mastologista;
  • Lipoma, que resulta do acúmulo de tecido gorduroso na mama que não é grave e que pode ser retirado através de cirurgia.

O câncer de mama também pode causar nódulos na mama, porém o seu aparecimento é mais frequente em mulheres com idade acima dos 50 anos e na menopausa.

Sintomas do nódulo na mama

Os sintomas do nódulo na mama podem ser caroço na mama, de tamanho variado, que pode doer ou não, dependendo da causa.

  • Doença fibrocística: caroço na mama que dói, aumento do tamanho da mama e aparecimento de vários nódulos durante a menstruação;
  • Fibroadenoma da mama: caroço na mama mole e que se move facilmente ao toque, sem dor;
  • Câncer de mama: caroço duro na mama, que não dói e que está associado a alterações na aparência e no aspeto da mama.

Caso algum destes sintomas esteja presente é importante marcar uma consulta com um mastologista para que ele possa examinar as mamas e solicitar os exames para diagnosticar a causa da doença.

Diagnóstico do nódulo na mama

O diagnóstico do nódulo na mama pode ser feito através da palpação da mama e através de exames de imagem com a mamografia e a ultrassonografia.

O resultado da mamografia é padronizado, utilizando o sistema de classificação BI-RADS, e por isso o resultado do exame pode ser:

  • Grau 0: exame não conseguiu caracterizar alterações e é necessário outros exames complementares;
  • Grau 1: resultado normal, devendo ser repetido em 1 ano;
  • Grau 2: alterações benignas, sem risco de câncer, devendo ser repetido em 1 ano;
  • Grau 3: alterações provavelmente benignas, com risco de câncer de 3% e é recomendado repetir o exame em 6 meses;
  • Grau 4: alterações suspeitas de malignidade e o risco de câncer é de 20%, sendo necessária a realização de biópsia e avaliação anatomopatológica do tecido da mama;
  • Grau 5: alterações provavelmente malignas com risco de câncer de 95%, estando indicada resseção cirúrgica e pode ser realizada biopsia pré-operatória;
  • Grau 6: diagnóstico histopatológico de câncer de mama estabelecido.

Após o diagnóstico da doença, o médico poderá indicar o melhor tratamento que pode envolver a aspiração com uma agulha, uso de medicamentos ou cirurgia.

Nódulo na mama masculina

O nódulo da mama de homem geralmente está associado ao câncer de mama masculino, mas ele também pode ser benigno, e por isso ao notar a presença de um nódulo, deve-se informar ao médico para realizar exames de diagnóstico para identificar a origem do nódulo.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 23/07/2014 Última atualização da página: 30/06/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.