Menstruação na gravidez

publicidade

A menstruação na gravidez é possível, não sendo sinal de gravidade, principalmente no início da gravidez. Porém, este sangramento não é considerado menstruação e está relacionado com as alterações que o corpo da mulher sofre durante a gestação.

Geralmente, os sintomas de menstruação na gravidez são o sangramento de coloração rosada ou menstruação escura, tipo borra de café, sendo que deve aparecer em pouca quantidade e durar cerca de 1 ou 2 dias.

Porém, caso a mulher apresente menstruação na gravidez com sangue vermelho vivo, em grande quantidade ou acompanhada de dores, deve consultar imediatamente o ginecologista para diagnosticar a causa e iniciar o tratamento adequado.

Riscos da menstruação na gravidez

Os riscos da menstruação na gravidez dependem da causa do sangramento, podendo ter causas simples como:

  • Implantação do bebê: não traz riscos para mãe ou para o bebê e acontece nos primeiros 15 dias de gestação, provocando pequeno sangramento acompanhado de uma cólica ligeira. Geralmente, é visto como uma menstruação fora de época, já que neste período a mulher ainda não descobriu estar grávida;
  • Sensibilidade do colo do útero: não é uma situação de risco e se deve à adaptação do colo do útero às suas novas dimensões, causando pequenos sangramentos após o exame ginecológico ou contato íntimo;
  • Trabalho de parto: no último trimestre, a mulher que tiver perda de sangue acompanhada de contrações deve ir ao médico imediatamente, pois pode ser o início do trabalho de parto.

No entanto, a menstruação na gravidez pode acontecer por causas mais graves, que incluem:

  • Gravidez ectópica: Pode trazer riscos para a mãe e o bebê, pois o óvulo fecundado está se desenvolvendo nas trompas, podendo resultar em rompimento da trompa e aborto. Normalmente é acompanhado de cólica intensa;
  • Infecções: As infecções no sistema reprodutor podem provocar sangramento, malformações no feto ou problemas de saúde na gravida. Normalmente são acompanhadas de corrimento esverdeado, coceira, vermelhidão e dor na região íntima;
  • Alterações hormonais: Pode trazer riscos para o bebê porque pode levar a aborto, se a hemorragia for excessiva. Acontece no primeiro trimestre devido às alterações hormonais que acontecem no corpo da mulher.

Assim, qualquer perda de sangue durante a gravidez deve ser avisada ao médico. Nos casos em que a perda de sangue seja em pequena quantidade e não dure mais de 1 dia, sem sensação de dor ou desconforto, pode-se esperar até a próxima consulta do pré-natal.

Se a mulher não tem certeza de que está grávida, mas desconfia, e ainda possui menstruação, deverá marcar uma consulta com o ginecologista para averiguar a situação ou fazer um teste de gravidez em casa.

Links úteis:

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 24/04/2014 Última data de atualização da página: 21/04/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.