Menstruação na gravidez é sinal de alerta

Em caso de menstruação durante a gravidez é importante ir ao médico para realizar exames que possam identificar as possíveis alterações, como gravidez ectópica ou descolamento da placenta, que podem causar este sangramento.

Não é normal haver menstruação durante a gravidez porque o sangue que seria a menstruação é revertido para o bebê que está em desenvolvimento. Assim, a perda de sangue durante a gravidez não é referente à menstruação, mas é na verdade um sangramento, que pode colocar a vida do bebê em risco.

Principais causas do sangramento durante a gravidez

O sangramento durante a gravidez podem ter diferentes causas dependendo do tempo de gestação.

O sangramento logo no início da gravidez é comum nos primeiros 15 dias após a concepção e, neste caso, o sangramento é rosado, dura cerca de 2 dias e provoca cólicas iguais às da menstruação. Assim, uma mulher que esteja grávida de 2 semanas, mas que ainda não fez o teste de gravidez, pode achar que está menstruando quando na verdade já está grávida. Se este é o seu caso veja quais são os 10 primeiros sintomas de gravidez e faça um teste de gravidez que se compra na farmácia.

As causas mais comuns de sangramento durante a gravidez são:

Tempo de gestaçãoCausas comuns de sangramento
Primeiro trimestre - 1 a 12 semanas

Concepção

Gravidez ectópica

Descolamento da 'placenta'

Aborto

Segundo trimestre - 13 a 24 semanas

Inflamação no útero

Aborto

Terceiro trimestre - 25 a 40 semanas

Placenta prévia

Descolamento da placenta

Início do trabalho de parto

Também pode haver um pequeno sangramento vaginal após a realização de exames como toque, ultrassonografia transvaginal e amniocentese, e após fazer exercícios.

O que fazer em caso de sangramento durante a gravidez

Em caso de sangramento na gravidez, em qualquer fase da gestação, deve-se ficar de repouso evitando qualquer tipo de esforço e ir ao médico o quanto antes para que ele possa examinar e se preciso, realizar exames como o ultrassom para identificar a causa do sangramento.

Na maior parte das vezes um pequeno sangramento que acontece esporadicamente em qualquer fase da gravidez não é grave e não coloca a vida da mãe e do bebê em risco, no entanto deve-se ir imediatamente ao hospital quando houver:

  • Sangramento frequente, sendo preciso utilizar mais que um protetor diário de calcinha por dia;
  • Perda de sangue vermelho vivo em qualquer fase da gravidez;
  • Sangramento com ou sem coágulos e forte dor abdominal;
  • Sangramento, perda de líquido e febre.

Nos últimos 3 meses de gravidez, é frequente que a mulher apresente sangramento após o contato íntimo, uma vez que o canal de parto se torna mais sensível, sangrando com facilidade. Neste caso a mulher só deve ir ao hospital se o sangramento continuar por mais de 1 hora.

Mais sobre este assunto: