Hidroterapia

publicidade

Hidroterapia, também chamada de fisioterapia aquática ou aquaterapia é uma atividade terapêutica que consiste na reabilitação física de pacientes com diferentes tipos de distúrbios em um ambiente aquático.

A hidroterapia utiliza os recursos de piscinas, preparadas especialmente para esse objetivo, possuindo  temperatura e profundidade adequadas para este tipo de tratamento. A água utilizada é levemente aquecida causando mudanças fisiológicas nos pacientes, que auxiliam no controle de dores musculares.

Todo o tratamento é orientado por um fisioterapeuta, que utiliza objetos como pesos, bolas e arcos para estimular e acelerar a recuperação dos pacientes. A resistência provocada pela água, sua densidade, pressão e viscosidade proporcionam ao indivíduo uma recuperação prazerosa e sem dor.

Na água é mais fácil executar os exercícios físicos do que na fisioterapia comum, isso se deve ao fato do peso do paciente ser reduzido quando submerso em água.

Para que serve a Hidroterapia

A hidroterapia é indicada para indivíduos com lesões musculares, indivíduos com fraturas, com artrite, artrose ou reumatismos, problemas ortopédicos, neurológicos, psicológicos e respiratórios.

Benefícios da Hidroterapia

A hidroterapia proporciona o fortalecimento da musculatura, melhora o equilíbrio, aumenta a consciência corporal, melhora o funcionamento cardíaco, auxilia no tratamento de hematomas causados por traumas, melhora a circulação sanguínea, diminui o stress e é relaxante.

Atletas que se encontram lesionados, tem uma recuperação acelerada ao utilizar a hidroterapia como recurso terapêutico.

Contra-Indicações

Indivíduos que possuem doenças transmitidas pela água como cólera ou tifo; que apresentam febre a partir dos 38 graus;  com insuficiência cardíaca ou histórico de epilepsia.

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última data de atualização do site: 21/04/2014 Última data de atualização da página: 22/08/2011
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.