Sibutramina

PUBLICIDADE

A sibutramina é um medicamento usado para tratar a obesidade, já que ajuda na perda de peso porque leva à menor ingestão de alimentos pelo aumento rápido da saciedade e diminuição da fome.

Este medicamento é usado em cápsulas, podendo ser comercializadas pelo laboratório Medley e conhecidas por Plenty ou Reductil por exemplo.

Os efeitos deste remédio começam a ser visíveis após 15 dias de uso e só deve ser usado sob orientação médica porque Sibutramina pode ser perigosa.

PUBLICIDADE

Sibutramina

Preço

Este medicamento tem um valor de 25 e 45 reais e, pode ser comprado na farmácia, com receita prescrita pelo médico.

Para que serve

A sibutramina está indicada para o tratamento da obesidade quando o paciente tem um Índice de Massa Corporal superior a 30 mg/m2 ou para pacientes com excesso de peso, com IMC superior a 27mg/m2 e com fatores de risco como diabetes, hipertensão ou colesterol alto, por exemplo.

Modo de uso

Sibutramina é um remédio para uso oral, em forma de cápsulas gelatinosas e devem ser ingeridas de manhã em jejum ou acompanhada de alimentos.

O médico pode recomendar 1 cápsula de 15 mg por dia, normalmente de manhã, no entanto, no caso de se esquecer pode-se tomar a cápsula a qualquer outra hora do dia. Caso não perder pelo menos 2 kg nas primeiras 4 semanas de tratamento, o médico deve considerar a avaliação do tratamento, podendo haver necessidade de aumentar a dose diária.

O tempo máximo de uso da Sibutramina deve ser de 60 dias e se observar qualquer alteração deve entrar em contato com o médico.

Efeitos colaterais

Os principais efeitos colaterais da Sibutramina incluem o aumento das batidas cardíacas, palpitações, aumento da pressão, boca seca, insônia, suores, ondas de calor e alterações no paladar.

Geralmente, estes efeitos ocorrem no início do tratamento durante as primeiras quatro semanas, porém a sua gravidade e frequência diminuem com o passar do tempo.

Contraindicações

A Sibutramina está contraindicada em caso de doenças cardíacas, distúrbios alimentares como anorexia nervosa ou bulimia, em grávidas, durante a amamentação e quando se usa outros medicamentos como descongestionantes nasais, antidepressivos, antitussígenos, supressores do apetite.

Além disso, antes de usar este medicamente deve informar o médico da presença de pressão alta, doenças cardíacas, epilepsia e glaucoma.

Veja outros Inibidor do apetite que têm o mesmo efeito e ajudam a perder peso.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE