Impotência sexual masculina

A impotência sexual masculina, ou disfunção erétil, é a incapacidade de o homem iniciar ou manter uma ereção o tempo suficiente para completar o contato íntimo.

Geralmente, a impotência sexual masculina afeta 1 em cada 10 homens e pode ser causada por fatores psicológicos, como estresse e ansiedade, ou problemas físicos, como diabetes, doenças cardiovasculares ou alterações neurológicas, por exemplo.

Alguns tratamentos, como reposição hormonal ou implantes, ajudam a curar ou diminuir os sintomas da impotência sexual masculina, reduzindo o constrangimento do indivíduo.

Tratamento para impotência sexual masculina

O tratamento para impotência sexual masculina deve ser feito por um urologista e depende da causa do problema, sendo que pode ser usado:

  • Remédios: como Sildenafil, Cloridrato de vardenafila ou Tadalafila, que ajudam a aumentar o fluxo de sangue no pênis;
  • Reposição hormonal: remédios em forma de cápsulas, adesivos ou injeções, que aumentam os níveis de testosterona, facilitando a ereção;
  • Psicoterapia: sessões de terapia que ajudam o indivíduo a evitar sentimentos que afetam a ereção, como ansiedade, medo ou culpa;
  • Cirurgia: serve para colocar implantes e próteses penianas que ajudam na ereção do pênis.

Existem ainda cremes para impotência sexual masculina, como o Topiglan, que podem ser aplicados sobre o pênis e que, dependendo da causa da impotência sexual masculina, ajudam a manter a ereção.

Causas da impotência sexual masculina

As causas da impotência sexual masculina estão, na maioria dos casos, relacionadas com fatores físicos como:

  • Problemas de circulação sanguínea;
  • Ingestão excessiva de remédios e álcool;
  • Fibrose, cistos, tumores ou doenças no pênis;
  • Distúrbios hormonais;
  • Doenças crônicas, como insuficiência renal.

No entanto, em poucos casos, a impotência sexual masculina pode ter causa psicológica, como traumas, medo, insatisfação ou diminuição da líbido, devendo ser tratada por um psicólogo.

Sintomas da impotência sexual

Os sintomas da impotência estão descritos a seguir:

  • Dificuldade para manter uma ereção em 25% das relações com a mesma parceira;
  • Redução da rigidez e tamanho do órgão sexual masculino;
  • Necessidade de mais tempo e concentração para atingir a ereção;
  • Diminuição da quantidade de pelos no corpo;
  • Redução das ereções matinais e noturnas;
  • O clímax é atingido mais rápido e as vezes sem ereção completa.

Os sintomas da impotência não devem ser confundidos com perda de ereção ou incapacidade em obtê-la em momentos isolados. Todo indivíduo ao longo da vida pode apresentar episódios de incapacidade em manter um bom contato íntimo, o que não significa necessidade de ser submetido a qualquer tipo de investigação ou tratamento médico.

Links úteis:

Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.