Andropausa

PUBLICIDADE

A andropausa, também conhecida por menopausa masculina, é a diminuição lenta da testosterona no sangue, que é o hormônio responsável por controlar o desejo sexual, a ereção, a produção de espermatozoides e a força dos músculos.

Geralmente, a andropausa surge por volta dos 50 anos e, é parecido com a menopausa na mulher, causando sintomas como redução do desejo sexual, perda de massa muscular e alteração de humor, por exemplo.

Embora, a andropausa seja uma etapa normal do envelhecimento do homem, ela pode ser controlada através da reposição de testosterona através de remédios como Androgel, por exemplo, prescritos pelo endocrinologista ou urologista.

Sintomas de andropausa

Os sinais e sintomas da andropausa incluem:

  • Diminuição do interesse sexual;
  • Dificuldade na ereção;
  • Diminuição da produção de espermatozoides, podendo levar a infertilidade;
  • Alterações de humor;
  • Calor e suores;
  • Cansaço;
  • Perda de força e massa muscular;
  • Acúmulo de gordura abdominal;
  • Pele seca, especialmente nos cotovelos e joelhos;
  • Crescimento reduzido da barba e redução dos pelos no resto do corpo.

Além destes sintomas, a andropausa masculina pode afetar emocionalmente o homem, manifestando-se com o aumento da irritabilidade, dificuldade de concentração, ansiedade e, em alguns casos depressão. Saiba mais sobre os sintomas da andropausa em: Sintomas da andropausa.

Porém, como a andropausa acontece muito lentamente ao longo de vários anos, é comum que o homem não identifique estes sintomas como sinais de andropausa.

Diagnóstico da andropausa

O diagnóstico da andropausa é feito através:

  • Exame de sangue: no exame de sangue são avaliados os níveis de testosterona total no sangue e, se o valor estiver abaixo de 300 mg/dl ou 6,7mg/dl³ pode indicar que o homem está na andropausa;
  • Observação dos sintomas: o homem com andropausa deverá ter vários dos sintomas de andropausa, como diminuição do interesse sexual, alterações de humor, perda de força e massa muscular.

Embora a andropausa masculina seja mais comum por volta dos 50 a 55 anos, alguns homens podem entrar nesta fase da vida mais cedo e, nesse caso, ocorre andropausa precoce. Saiba mais sobre a andropausa precoce em: Andropausa precoce.

Tratamento da andropausa

O tratamento da andropausa tem como objetivo diminuir os sinais e sintomas provocados pela andropausa, devido à redução da testosterona, sendo geralmente, aconselhado fazer reposição hormonal masculina através de remédios ou injeções, como Fluoximesterona, especialmente em homens que sentem as alterações da andropausa de forma mais intensa. Saiba mais sobre a reposição hormonal masculina em: Reposição hormonal masculina.

Em aluns casos, quando o homem tenha problemas no contacto intimo devido a dificuldade na ereção, o médico pode aconselhar o uso de Viagra ou Cialis, por exemplo.

Além disso, é muito importante ter um estilo de vida saudável como:

  • Ter uma alimentação saudável;
  • Manter a prática de exercício físico regular;
  • Dormir bem;
  • Evitar fumar;
  • Manter uma vida sexual ativa.

Estas recomendações ajudam a retardar ou mesmo impedir o aparecimento da deficiência de testosterona e seus sintomas. Para saber como tratar a andropausa consulte: Tratamento para andropausa.

Links úteis:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE