Câncer Linfático

publicidade

O câncer linfático ou linfoma é um tipo de câncer onde o sistema linfático, órgão responsável pelas defesas do corpo, encontra-se comprometido.

O câncer pode-se localizar em um ou em vários gânglios linfáticos ou ínguas que se encontram espalhadas pelo corpo, sendo as maiores localizadas no pescoço, axila, abdômen, virilha, atrás dos joelhos e no tornozelo.

Os sintomas de câncer linfático como o aumento dos gânglios linfáticos, por exemplo, podem ser percebidos em um exame de imagem ou pela palpação local. O tratamento vai depender da gravidade do tumor, mas geralmente inclui radioterapia e quimioterapia.

O câncer linfático não-Hodgkin é o tipo de linfoma mais comum que afeta os linfócitos B ou T, que são um tipo de glóbulo branco do sangue.

O câncer linfático tem cura quando é diagnosticado precocemente e as células cancerígenas ainda não se espalharam pelo corpo através da corrente sanguínea, não afetando nenhum órgão.

Sintomas do Câncer Linfático

Os sintomas do câncer linfático, geralmente surgem com o tempo, pois inicialmente, o câncer linfático não apresenta sintomas. Contudo, os sintomas que podem surgir incluem:

  • Febre;
  • Emagrecimento;
  • Suor noturno;
  • Aumento dos gânglios linfáticos;
  • Coceira na pele.

Para diagnosticar um câncer linfático é necessária a inspeção clínica e a realização de exames de diagnóstico, como exame de sangue, urina, tomografia computadorizada, ressonância magnética e biópsia do tecido afetado. Somente após intensa avaliação de todos estes exames é que o médico oncologista poderá dar o diagnóstico do câncer.

Tratamento para Câncer Linfático

O tratamento para câncer linfático inicialmente é feito com quimioterapia. Mas, se esta terapia não se mostrar suficiente para impedir o crescimento e desenvolvimento do tumor, indica-se radioterapia. Elas podem ser feitas em conjunto, mas costumam causar efeitos colaterais desagradáveis, como perda de peso, vômitos, náuseas e queda de cabelo.

A imunoterapia também vem sendo utilizada em alguns tipos de câncer, inclusive neste, e consiste na aplicação de vacinas e anticorpos que ajudam no fortalecimento das defesas naturais do organismo.

A escolha do tratamento para câncer linfático é feita pelo oncologista de acordo com os gânglios linfáticos afetados e se este já se espalhou ou não pelo corpo.

Causas do Câncer Linfático

As causas do câncer linfático ainda não são totalmente conhecidas, contudo os hábitos de vida, a exposição à radiação, os fatores genéticos e a idade parecem ser os fatores agravantes para o câncer linfático ou linfoma.

Tipos de Câncer Linfático

Os tipos de câncer linfático podem-se dividir em dois grupos, o câncer linfático não-Hodgkin e o câncer linfático de Hodgkin, de acordo com o grupo de células afetadas.

O linfoma não-Hodgkin, que afeta um tipo de glóbulos brancos no sangue e ocorre com mais frequência em idosos, é mais comum do que o linfoma de Hogkin, que afeta um tipo de célula, a célula de Reed-Sternberge e que é mais frequente entre os 15 e os 40 anos, atingindo principalmente indivíduos entre os 25 e os 30 anos.

Links úteis:

publicidade
Dicas por Email

Dicas Grátis de Saúde, Nutrição, Emagrecimento e muito mais.

publicidade

Atenção: O Tua Saúde é um espaço informativo, de divulgação e educação sobre de temas relacionados com saúde, nutrição e bem-estar, não devendo ser utilizado como substituto ao diagnóstico médico ou tratamento sem antes consultar um profissional de saúde.

Última atualização do site: 15/09/2014 Última atualização da página: 21/05/2014
© 2007 - 2014 Tua Saúde - Todos os direitos reservados.