Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Zika pode causar Fraqueza e Paralisia nas Pernas

O Zika vírus pode causar uma doença neurológica grave chamada Síndrome de Guillain-Barré, em homens, mulheres ou crianças. Esta doença transmitida pela picada do mosquito, se manifesta através de uma paralisia, que começa com uma sensação de fraqueza que pode afetar os braços, as pernas e também da respiração, nos casos mais graves podendo causar a morte.

Nesse caso o corpo da pessoa produz anticorpos contra a Zika, mas de forma exagerada e fora de ordem estes anticorpos passam a atacar não somente os vírus de Zika, mas também os tecidos do sistema nervoso, o que caracteriza esta síndrome.

Zika pode causar Fraqueza e Paralisia nas Pernas

Primeiros sinais da Guillain-Barré

Os sintomas da Guillain-Barré podem começar a se manifestar até 4 semanas depois da contaminação com o Zika vírus. Os sintomas iniciais podem ser:

  • Fraqueza e dor nas pernas que pioram com o passar das horas;
  • Desânimo e falta de vontade de levantar da cama, sofá ou cadeira devido a falta de força nas pernas;
  • Podem surgir tropeços pela casa porque pode ser difícil levantar os pés adequadamente para andar.

Aos poucos a fraqueza vai subindo, afetando outros músculos e em pouco tempo afeta também os braços, sendo mais difícil segurar um copo, lavar a loiça e escovar os dentes.

Em caso de suspeita deve-se ir ao médico para realizar exames. Saiba tudo sobre a Síndrome de Guillain-Barré.

Como saber se tenho Guillain-barré

O diagnóstico é feito através da observação dos sintomas apresentados e de exames específicos. São sintomas da síndrome:

  • Fraqueza nas pernas, dificuldade de se movimentar que vai piorando com o passar dos dias;
  • Sensação de formigamento em alguma parte do corpo, que geralmente começa nas pernas ou pés, mas que pode ir piorando, afetando também os braços, o tronco e por último, os músculos da respiração.

Estes sintomas podem começar a surgir quando os sintomas da Zika começam a desaparecer.

O exame que identifica essa doença é eletroneuromiografia e a punção lombar, um tipo de injeção no final da coluna que serve para avaliar a qualidade do líquido que reveste os sistema nervoso central. Por vezes são necessários 2 punções para conseguir diagnosticar a doença.

Como tratar a Síndrome de Guillain-Barré

O tratamento dessa doença é feito no CTI centro de terapia intensiva porque existe o risco de parada respiratória e necessidade de respirar com ajuda de aparelhos. No entanto, estas complicações são mais frequentes em pessoas que possuem diabetes ou doenças cardíacas, porque na maioria dos casos a síndrome não chega a esta gravidade.

No hospital os médicos geralmente indicam o uso de imunoglobulinas, mas também poderão recomendar a terapia com plasmaferese, que apesar de não serem econômicas, aceleram a recuperação, embora tenham alguns efeitos adversos. Veja os efeitos colaterais destes tratamentos.

Além disso é comum que a pessoa com esta síndrome precise fazer fisioterapia para recuperar os movimentos e as forças nos músculos. Os exercícios indicados pelo fisioterapeuta devem ser realizados diariamente para que melhores resultados sejam alcançados.

Em casos graves a pessoa pode ter dificuldade para caminhar, precisando ficar de cadeira de rodas por alguns meses, mas com o tratamento médico e fisioterapêutico é possível voltar a andar sozinho e ter uma vida normal, na grande maioria dos casos.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...