Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Vincristina: o que é, para que serve e efeitos colaterais

Julho 2020

A Vincristina é a substância ativa de um medicamento antineoplásico conhecido comercialmente como Oncovin, indicado para o tratamento de vários tipos de câncer, entre eles leucemia, câncer de pulmão e de mama.

A sua ação consiste em interferir no metabolismo dos aminoácidos e impedir a divisão celular, diminuindo a probabilidade do câncer se espalhar pelo organismo.

Este medicamento está disponível em injetável, devendo ser administrado por um profissional de saúde.

Vincristina: o que é, para que serve e efeitos colaterais

Para que serve

A vincristina é um remédio indicado para o tratamento dos seguintes tipos de câncer:

  • Leucemia linfoide aguda;
  • Neuroblastoma;
  • Tumor de Wilms;
  • Câncer de mama;
  • Câncer de pulmão;
  • Câncer de ovário;
  • Câncer cervical;
  • Câncer colorretal;
  • Linfoma de Hodgkin e não Hodgkin;
  • Sarcoma de Ewing;
  • Osteossarcoma;
  • Melanoma maligno.

Além disso, este remédio também está indicado para o tratamento da micose fungoide e da púrpura trombocitopênica idiopática. Saiba o que é e como identificar os sintomas da púrpura trombocitopênica idiopática.

Como usar

Este medicamento deve ser administrado por via intravenosa, por um profissional de saúde, sendo que a dose e o período de tratamento deve ser determinada pelo oncologista.

Em geral, a posologia é a seguinte:

Adultos

  • 0,01 a 0,03 mg de Vincristina por kg de peso corporal, como dose única, a cada 7 dias.

Crianças

  • Acima de 10 kg: Administrar 1,5 a 2 mg de Vincristina por metro quadrado de superfície corporal, como dose única, a cada 7 dias;
  • Com 10 kg ou menos: Administrar 0,05 mg de Vincristina por kg de peso corporal, como dose única,a cada 7 dias.

A duração do tratamento deve ser determinada pelo médico oncologista.

Contra-indicações

Este medicamento está contra-indicado para pessoas com hipersensibilidade aos componentes da fórmula e em pacientes com a forma desmielinizante da síndrome de Charcot-Marie-Tooth.

Além disso, também não deve ser usado por grávidas e as mulheres que estejam em período de amamentação, devem interromper a lactação durante o tratamento com vincristina.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer durante o tratamento com vincristina são perda de cabelo, prisão de ventre, dor no corpo, diminuição dos glóbulos brancos, perda de sensibilidade, dificuldade para andar e perda dos reflexos.

Os efeitos colaterais mais graves que pode ocorrer são distúrbios neuromusculares.

Bibliografia >

  • ANTIBIÓTICOS DO BRASIL. ONCOVIN® sulfato de vincristina . 2015. Disponível em: <https://cdn.remediobarato.com/pdf/11d9caa30ef52b41da47fe177e4bfe57.pdf>. Acesso em 28 Jul 2020
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem