Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Vasculite de Churg-Strauss

A vasculite de Churg-Strauss é uma doença rara autoimune que provoca a inflamação e destruição dos vasos sanguíneos, especialmente do nariz, pulmões, intestinos e coração, causando sintomas semelhantes a asma como coriza, dificuldade para respirar ou chiado, por exemplo.

A vasculite de Churg-Strauss não tem cura, no entanto, os sintomas podem ser controlados com o tratamento adequado para suprimir o sistema imune, melhorando a qualidade de vida dos pacientes.

Sintomas da vasculite de Churg-Strauss

Os sintomas da vasculite de Churg-Strauss variam de acordo com os órgãos afetados, no entanto, os mais comuns incluem:

  • Febre acima de 38º C;
  • Dificuldade para respirar;
  • Tosse persistente;
  • Chiado ao respirar;
  • Coriza frequente;
  • Dor abdominal;
  • Fezes com sangue;
  • Dor nas articulações

Além disso, quando a vasculite afeta os nervos podem surgir sintomas como sensação de queimação ou picadas nos braços e pernas, assim como falta de força, por exemplo.

Diagnóstico da vasculite de Churg-Strauss

O diagnóstico da vasculite de Churg-Strauss normalmente é feito por um cirurgião vascular ou alergologista através da observação dos sintomas e do exame de sangue, onde se verifica aumento do número de eosinófilos e presença de substâncias que indicam existência de inflamação no organismo.

Tratamento para vasculite de Churg-Strauss

O tratamento para vasculite de Churg-Strauss ajuda a suprimir o sistema imune para evitar a inflamação dos vasos sanguíneos e, por isso, podem ser usados vários tipos de tratamento, que incluem:

  • Remédios corticoides, como Prednisona: são usados principalmente quando a vasculite surge no coração, rins ou intestino;
  • Comprimidos de quimioterapia, como Ciclofosfamida ou Metotrexato: são utilizados em doses menores às do tratamento para câncer e ajudam a suprimir o sistema imune;

Normalmente, quando os sintomas estão bem controlados, o médico reduz as doses dos medicamentos utilizados para evitar efeitos colaterais como náuseas ou vômitos.

Veja outros tipos de vasculite em:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...