Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Uso perigoso de analgésicos

Os analgésicos, que são remédios utilizados para diminuir a dor, podem ser perigosos para o paciente quando o seu uso é superior a 3 meses ou é ingerida uma quantidade exagerada do remédio, podendo levar a dependência, por exemplo.

No entanto, alguns analgésicos têm ao mesmo tempo antitérmicos e anti-inflamatórios, como o Paracetamol e a Aspirina, ajudando a diminuir a dor, a baixar a febre e a diminuir a inflamação.

Os analgésicos, podem ser facilmente adquiridos sem prescrição em uma farmácia, havendo maior risco da pessoa se automedicar, correndo perigos de desenvolver problemas, como reação alérgica ou intoxicação medicamentosa. Saiba mais sobre os perigos da automedicação em: Perigos da automedicação.

Por isso, todos os analgésicos, mesmo os analgésicos não opioides, que são os mais comuns e usados para aliviar a dor leve ou moderada, como Paracetamol ou Diclofenaco por exemplo, devem ser utilizados sob orientação de um profissional de saúde, como médico, enfermeiro ou farmacêutico, para prevenir problemas devido ao seu uso incorreto.

Principais perigos dos analgésicos

Alguns dos principais perigos do uso de analgésicos por mais de 3 meses, incluem:

  • Mascarar os sintomas reais de uma doença: usar analgésicos com frequência dificulta o diagnóstico e adia o tratamento correto de uma doença.
  • Criar dependência: quanto mais vezes se usa um analgésico mais se deseja tomá-lo, sentindo falta dele se não o tomar e surgindo sintomas como tremores e suores, por exemplo, e não tratando a doença;
  • Provocar dores de cabeça: o paciente pode sentir dores de cabeça intensas diariamente devido ao uso exagerado.

Além disso, em casos mais graves, o uso de analgésicos opioides, que servem para aliviar a dor forte e tem na sua composição ópio, como morfina, pode ocorrer dificuldade respiratória, podendo levar à morte do individuo.

Perigos dos analgésicos para o estômago

Quando os remédios analgésicos são usados diariamente por mais de uma semana, podem surgir efeitos colaterais principalmente ao nível do estômago, como perda de apetite, azia, náuseas, vômitos, dor de estomago, diarreia e, em casos mais graves, desenvolvimento de úlceras no estômago. 

Como muitos analgésicos também são anti-inflamatórios é fundamental comer algum alimento antes de tomar o remédio para proteger o estômago. 

Links úteis:

Mais sobre este assunto:


Carregando
...