Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Ursofalk para doenças do fígado e da vesícula

O Ursofalk é um medicamento indicado para a dissolução de pedras na vesícula ou outras doenças da vesícula biliar, tratamento da cirrose biliar primária, tratamento da má digestão e das alterações qualitativas da bile, entre outros.

Este remédio tem na sua composição ácido ursodesoxicólico, que é uma substância fisiologicamente presente na bile humana, embora numa quantidade limitada. Este ácido inibe a síntese de colesterol no fígado e estimula a síntese de ácidos biliares, restabelecendo o equilíbrio entre eles. Além disso, também contribui para a solubilização do colesterol pela bile, prevenindo a formação de cálculos biliares ou favorecendo a sua dissolução.

Ursofalk para doenças do fígado e da vesícula

Para que serve

O ácido ursodesoxicólico é um remédio que está indicado para doenças do fígado, da vesícula e das vias biliares, nas seguintes situações:

  • Cálculos biliares formados por colesterol em determinados pacientes;
  • Sintomas de cirrose biliar primária;
  • Pedra residual no canal da vesícula biliar ou de novas pedras formadas após cirurgia das vias biliares;
  • Sintomas de má digestão, como dor abdominal, azia e enfartamento, causado por doenças da vesícula biliar;
  • Alterações do funcionamento de conduto cístico ou da vesícula biliar e síndromes associadas;
  • Níveis altos de colesterol ou triglicerídeos;
  • Terapêutica coadjuvante na dissolução de cálculos biliares por ondas de choque, formados por colesterol em pacientes que apresentam colelitíase;
  • Alterações qualitativas e quantitativas da bile.

Saiba identificar os sintomas de pedra na vesícula.

Como tomar 

A posologia de Ursofalk deve ser determinada pelo médico.

Para uso prolongado, para prevenir a formação de pedras, a posologia média é de 5 a 10 mg/kg/dia, ficando a posologia média, na maior parte dos casos, entre 300 a 600 mg, por dia, durante, pelo menos, 4 a 6 meses, podendo chegar a 12 meses ou mais. O tratamento não deve superar dois anos.

Nas síndromes dispépticas e na terapia de manutenção, geralmente são suficientes doses de 300 mg por dia, divididas em 2 a 3 administrações, no entanto estas doses podem ser modificadas pelo médico.

Em pacientes em tratamento para dissolução de cálculos biliares, é importante verificar a eficácia do ácido ursodesoxicólico, mediante exames colecistográficos, a cada 6 meses.

Na terapêutica coadjuvante da dissolução de cálculos biliares por ondas de choque, o tratamento prévio com ácido ursodesoxicólico aumenta os resultados da terapêutica. As doses de ácido ursodesoxicólico devem ser ajustadas pelo médico, sendo em média de 600 mg ao dia.

Na cirrose biliar primária, as doses podem variar de 10 a 16 mg/kg/dia, de acordo com os estágios da doença. É recomendado realizar acompanhamento dos pacientes através de testes de função hepática e dosagem de bilirrubinas.

A dose diária deve ser administrada em 2 ou 3 vezes, dependendo da apresentação utilizada, após as refeições.

Possíveis efeitos colaterais 

O efeito colateral mais comum que pode ocorrer durante o tratamento com Ursofalk a alteração da consistência das fezes, que podem ficar mais pastosas, ou diarreia.

Quem não deve usar

O Ursofalk não deve ser utilizado em casos de alergia ao ácido ursodesoxicólico ou a qualquer um dos componentes da formulação, pessoas com úlcera péptica em fase ativa, doença intestinal inflamatória e outras condições do intestino delgado, cólon e fígado, que possam interferir com a circulação entero-hepática dos sais biliares, cólicas biliares frequentes, inflamação aguda da vesícula biliar ou trato biliar, oclusão do trato biliar, contratilidade comprometida da vesícula biliar ou cálculos biliares calcificados radiopacos.

Além disso, este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem