Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Saiba a diferença entre Ultrassom, Raio-X, Tomografia e Cintilografia

Os exames de imagem são muito solicitados pelos médicos para auxiliar o diagnóstico e definir o tratamento de várias doenças. No entanto, atualmente existem vários exames de imagem que podem ser indicados de acordo com os sintomas e características da pessoa e avaliação do médico, como a ultrassonografia, o raio-X, a tomografia computadorizada e a cintilografia. Apesar desses exames serem de imagem, todos possuem indicações e aplicações diferentes. 

Aparelho de ultrassom
Aparelho de ultrassom
Raio-X
Raio-X

1. Ultrassom

O ultrassom é um tipo de exame de imagem que permite a visualização em tempo real de qualquer órgão ou tecido do corpo. É o exame mais indicado para as grávidas, pois não há emissão de radiação, logo não é prejudicial para o feto. Quando esse exame é realizado com doppler, é possível observar o fluxo sanguíneo. Entenda como é feita a ultrassonografia. 

O exame de ultrassom pode auxiliar no diagnóstico e tratamento de diversas situações, como:

  • Investigação de dor abdominal ou nas costas;
  • Investigação de doenças que envolvam o útero, trompas e ovários, como por exemplo a endometriose;
  • Visualização e análise de músculos, articulações, tendões e órgãos, como tireoide, fígado, rins e mama, podendo ser útil para verificar a presença de nódulos ou cistos.

Na gravidez, o ultrassom é muito utilizado para acompanhar o desenvolvimento do feto e identificar alguma possível má-formação, como anencefalia e cardiopatias, por exemplo. Veja como é feito o ultrassom na gravidez. 

2. Raio X

O raio-X é o exame de imagem mais antigo e mais utilizado para identificar fraturas, por exemplo, isso por que permite o diagnóstico mais rápido pelo fato de ser um exame mais simples e mais barato em relação à tomografia computadorizado, por exemplo. Além da identificação de fraturas, o raio-X permite a identificação de infecções e lesões em diversos órgãos, como por exemplo os pulmões.

Para realizar o exame não é necessária preparação e o exame dura em torno de 10 a 15 minutos. No entanto, por haver exposição à radiação, mesmo que pequena, esse exame não é indicado para grávidas, principalmente, pois o raio-X pode influenciar no desenvolvimento do feto. Além disso, as crianças devem evitar fazer radiografias com frequência, pois como se encontram em desenvolvimento, a radiação pode interferir no crescimento ósseo, por exemplo. Saiba quais são os riscos da radiografia na gravidez. 

Tomografia computadorizada do crânio
Tomografia computadorizada do crânio
Cintilografia de corpo inteiro
Cintilografia de corpo inteiro

3. Tomografia

A tomografia é um exame que utiliza o raio-X para obtenção da imagem, no entanto o aparelho gera imagens sequenciais que permitem melhor visualização do órgão e diagnóstico mais preciso. Por também ser utilizada radiação, a tomografia não deve ser realizada em gestantes, devendo ser realizado outro tipo de exame de imagem, como a ultrassonografia.

A tomografia computadorizada normalmente é indicada para auxiliar o diagnóstico de doenças musculares e ósseas, verificar presença de hemorragia e aneurismas, investigar má-formação renal, pancreatite, infecções e para rastrear tumores. Saiba mais para que serve a tomografia computadorizada. 

4. Cintilografia

A cintilografia é um exame de imagem que permite a visualização dos órgãos e da sua funcionalidade por meio da administração de uma substância radioativa, chamada de radiofármaco ou radiotraçador, que é absorvida pelos órgãos e identificada pelo equipamento através da radiação emitida, gerando uma imagem.

Por permitir a análise da função dos órgãos, a cintilografia é muito utilizada na oncologia para identificar a localização de tumores e investigar a presença de metástases, mas também pode ser solicitada pelo médico em outras situações, como:

Em relação à oncologia, normalmente é indicada pelo médico a realização da cintilografia de corpo inteiro, ou PCI, que permite identificar a localização primária do câncer de mama, bexiga, tireoide, entre outros, e avaliar a progressão da doença e presença de metástases. Entenda como é feita a cintilografia de corpo inteiro e para que serve. 

Mais sobre este assunto:


Carregando
...