Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feito o tratamento para o tumor cerebral

O tratamento para tumor cerebral normalmente consiste na remoção cirúrgica do tumor sem que haja danos ao tecido saudável do cérebro. É comum durante a cirurgia que o neurocirurgião retire uma pequena amostra no tumor e encaminhe para o laboratório para que as células possam ser avaliadas microscopicamente e, assim, seja possível afirmar se é um tumor benigno ou maligno.

O tumor cerebral é caracterizado pela presença e proliferação de células anormais no cérebro ou nas meninges, podendo causar dor de cabeça, alteração na visão e mudanças no comportamento. Entenda o que é o tumor no cérebro.

Como é feito o tratamento para o tumor cerebral

Como é feito o tratamento

O tratamento depende da localização e tipo de tumor, sendo, na maioria das vezes, recomendada a realização de cirurgia, que é feita sob anestesia geral por um neurocirurgião. Além da cirurgia podem ser indicados outros tipos de tratamento que têm como objetivo destruir as células tumorais, como:

  • Quimioterapia: A quimioterapia é feita com a administração na veia ou ingestão de medicamentos citotóxicos, como Carmustina ou Temozolomida, que promove a destruição das células tumorais. Este tipo de tratamento, porém, pode destruir também células saudáveis, provocando efeitos colaterais como náuseas, vômitos, queda de cabelo, cansaço ou diarreia, por exemplo. Saiba como é feita e quais os efeitos colaterais da quimioterapia;
  • Radioterapia: Esse tipo de tratamento é feito a partir da utilização da radiação, do tipo raio-x ou raio gama, direcionada para o cérebro e que ajuda a evitar o desenvolvimento do tumor. Normalmente, este tipo de tratamento é feito 5 dias por semana durante 2 a 7 semanas e pode provocar efeitos colaterais semelhantes à quimioterapia. Veja quais são os tipos e quando é indicada a radioterapia;
  • Radiocirurgia: A radiocirurgia é semelhante à radioterapia, mas é feita apenas 1 vez com um raio de maior intensidade e focado apenas na área afetada do cérebro. Este tipo de tratamento só pode ser utilizado em alguns tipos de tumor cerebral;
  • Remédios corticoesteroides: São comprimidos frequentemente usados para reduzir o inchaço cerebral provocado pelos outros tipos de tratamento. No entanto, também podem ser tomados para destruir células tumorais em casos de tumores benignos de pequeno tamanho, por exemplo.

A cirurgia é um processo delicado, que exige muita atenção e que é realizado dependendo da localização do tumor, pois caso seja uma localização de difícil remoção, pode haver comprometimento das estruturas cerebrais, levando a sequelas, como hemiplegia, dificuldade na fala ou problemas de visão, por exemplo. No entanto, é possível realizar reabilitação por meio de fisioterapia ou terapia da fala, que podem ajudar a diminuir as sequelas.

O tratamento varia de acordo com o tipo de tumor cerebral, mas, na maior parte dos casos, é recomendado fazer a combinação de vários tipos de tratamento, especialmente, em tumores cerebrais malignos. Por isso, o tempo de tratamento depende da gravidade e do tipo de tumor cerebral.

Sinais de melhora

Quando o tratamento é feito de forma adequada podem surgir sinais de melhora que incluem diminuição dos sintomas apresentados e diminuição do tamanho do tumor.

Sinais de piora

Os sinais de piora do tumor cerebral são mais comuns em casos de tumores cerebrais malignos ou quando o tratamento não é feito adequadamente, o que leva ao surgimento de sintomas relacionados com várias regiões do cérebro, assim como agravamento dos anteriormente apresentados. Saiba quais os sinais e sintomas do tumor cerebral de acordo com região afetada.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...