Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para transposição das grandes artérias

O tratamento para transposição das grandes artérias, que é quando o bebê nasce com as artérias do coração invertidas, não se faz durante a gestação, por isso, após o nascimento do bebê, é necessário fazer uma cirurgia para corrigir o defeito.

Porém, para garantir que o recém-nascido tenha melhores condições para ser operado, o médico utiliza uma injeção de prostaglandina ou introduz um cateter no coração do bebê para aumentar sua oxigenação até que possa ser operado, o que, geralmente, ocorre entre os 7 dias e o 1º mês de vida.

Coração antes da cirurgiaCoração antes da cirurgia
Coração depois da cirurgiaCoração depois da cirurgia

Esta malformação não é hereditária e, normalmente, é identificada pelo obstetra, no pré-natal, durante uma ecografia. No entanto, também pode ser diagnosticada após o nascimento, quando o bebê nasce com uma coloração azulada, que pode indicar problemas com a oxigenação do sangue.

Como é a recuperação do bebê com transposição das grandes artérias

Após a cirurgia, que dura cerca de 8 horas, o bebê tem que ficar internado no hospital entre 1 e 2 meses, para se recuperar completamente da operação.

Apesar disso, o bebê será acompanhado ao longo da vida por um cardiologista, que deverá aconselhar sobre o tipo de atividade física que a criança pode fazer para não sobrecarregar o coração e avaliar o funcionamento cardíaco durante o crescimento.

Como é feita a cirurgia para transposição das grandes artérias

A cirurgia para transposição das grandes artérias se baseia na inversão da posição da artéria aorta e da artéria pulmonar, colocando-as na posição correta, para que o sangue que passa pelo pulmão e é oxigenado seja distribuído pelo corpo do bebê, permitindo que o cérebro e todos os órgãos vitais recebam oxigênio e o bebê sobreviva.

A cirurgia para correção deste defeito cardíaco com que o bebe nasceu é feita com anestesia geral e a circulação sanguínea é mantida por uma máquina que substitui a função do coração durante a cirurgia.

A cirurgia para reposicionar as grandes artérias não deixa sequelas e o crescimento e desenvolvimento do bebê não é afetado, permitindo que tenha uma vida normal como qualquer outra criança. Por isso, aprenda algumas técnicas para estimular o desenvolvimento do bebê em: Como estimular o bebê.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...