Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Melhores tratamentos para Síndrome Metabólica

O tratamento para síndrome metabólica deve ser orientado por um clínico geral ou cardiologista e, normalmente, tem como principal objetivo reduzir o risco de surgimento de doenças cardíacas e de diabetes tipo 2, devendo, para isso, serem feitas alterações no estilo de vida o quanto antes, além do uso de remédios, como anti-hipertensivos, reguladores da glicemia e do colesterol sanguíneos.

A síndrome metabólica é perigosa para a saúde, pois está associada ao desenvolvimento de diversas complicações, como infarto, AVC, retinopatia diabética ou, até, risco aumentado de morte. Saiba mais sobre o que é e como identificar a síndrome metabólica

Melhores tratamentos para Síndrome Metabólica

Tratamento natural

O tratamento para síndrome metabólica deve, inicialmente, incluir mudanças dos hábitos de vida, com atenção especial à mudanças nutricionais e prática de atividades físicas. As principais orientações incluem:

  • Perder peso até que o IMC fique abaixo de 25 Kg/m2, e também para reduzir a gordura abdominal, pois o risco de doenças do coração é superior neste tipo de pacientes;
  • Fazer uma alimentação equilibrada e saudável, evitando utilizar sal nas refeições e não comer alimentos muito açucarados ou gordurosos, como frituras, refrigerantes e comidas pré-preparadas, por exemplo. Veja como deve ser uma alimentação adequada em: Dieta para síndrome metabólica;
  • Fazer 30 minutos de atividade física por dia, como caminhar, correr ou andar de bicicleta. Em alguns casos, o médico pode recomendar um plano de exercícios ou encaminhar o paciente para um fisioterapeuta.

Veja mais dicas de alimentação:

Tratamento com remédios

Os remédios para a síndrome metabólica geralmente são prescritos pelo médico quando o paciente não consegue perder peso, baixar os níveis de açúcar e colesterol no sangue e reduzir a pressão arterial apenas com as mudanças na alimentação e exercício físico.

Nestes casos, o médico pode orientar o uso de:

  • Remédios para baixar a pressão arterial como Losartana, Captopril ou Hidrolcorotiazida, por exemplo;
  • Remédios para diminuir o açúcar no sangue como Metformina, Gliclazida ou Insulina;
  • Remédios para reduzir o colesterol e os triglicerídeos como a Rosuvastatina ou Sinvastatina. Confira os principais tratamentos para baixar o colesterol;
  • Remédios para perder peso como a Sibutramina ou Xenical, orientados pelo endocrinologista, caso a pessoa não consiga emagrecer com dieta ou exercícios físicos.

Estes remédios são utilizados na dose e na quantidade indicadas para cada pessoa, de forma a manter os exames em níveis adequados e diminuir o risco de complicações da síndrome metabólica.

Sinais de melhora

Os sinais de melhora da síndrome metabólica incluem a regularização da pressão arterial, redução da circunferência abdominal e diminuição dos níveis de colesterol ou açúcar no sangue. Por isso, o paciente com síndrome metabólica deve fazer exames de sangue regulares para avaliar a evolução da doença.

Sinais de piora

Os sinais de piora da síndrome metabólica surgem, principalmente, quando o tratamento não é feito de forma adequada e podem incluir aumento da pressão arterial, dor intensa no peito, cansaço excessivo e aumento dos níveis de colesterol ou açúcar no sangue.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar