Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para Síndrome de Fournier

O tratamento para síndrome de Fournier deve ser iniciado o mais rápido possível após o diagnóstico da doença e, normalmente, é feito por um urologista, no caso do homem, ou um ginecologista, no caso da mulher.

A síndrome de Fournier é uma doença rara, causada por uma infecção bacteriana que provoca a morte dos tecidos da região íntima. Saiba mais sobre a Síndrome de Fournier.

Tratamento para Síndrome de Fournier

Remédios para a Síndrome de Fournier

O urologista ou ginecologista normalmente indica o uso de antibióticos com o objetivo de eliminar a bactéria responsável pela síndrome, como por exemplo:

  • Vancomicina;
  • Ampicilina;
  • Penicilina;
  • Amoxicilina;
  • Metronidazol;
  • Clindamicina;
  • Cefalosporina.

Estes antibióticos podem ser utilizados por via oral ou injeção na veia, assim como de forma isolada ou combinados, dependendo da gravidade da doença.

Cirurgia para Síndrome de Fournier

Além do tratamento medicamentoso para Síndrome de Fournier, são também utilizadas cirurgias para remoção do tecido morto, de forma a travar o desenvolvimento da doença para outros tecidos.

No caso de existir comprometimento do intestino ou do sistema urinário, pode ser necessário ligar um destes órgãos à pele, sendo utilizado um saco para recolha de fezes ou urina.

Já no caso da síndrome de Fournier afetar os testículos, pode ser necessário a sua remoção e, por isso, alguns pacientes podem necessitar de acompanhamento psicológico para lidar com as mudanças corporais provocadas pela doença.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da Síndrome de Fournier é feito a partir da análise dos sintomas apresentados pela pessoa e da região íntima, em que é observada a extensão da lesão.

Além disso, o médico solicita a realização de exame microbiológico da região para que seja verificada qual a bactéria responsável pela doença e, assim, possa ser indicado o melhor antibiótico.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem