O que você precisa saber?

Tratamento para mioma

Uma grande parte dos miomas não provoca qualquer sintoma e, geralmente, diminuem após a menopausa, não necessitando de tratamento. No entanto, existem miomas que provocam dores intensas, sangramentos ou que dificultam o processo de engravidar, necessitando ser tratados. Conheça os principais tipos de miomas e seus sintomas.

Assim, dependendo do tipo de mioma e dos sintomas de cada mulher o ginecologista pode indicar diferentes tipos de tratamento, que incluem:

  • Uso de anti-inflamatórios, como Ibuprofeno ou Naproxeno: melhoram as cólicas mentruais intensas e reduzem o excesso de sangramento provocado pelos miomas;
  • Uso de remédios hormonais, como a pílula: ajudam a aliviar a intensidade da menstruação e a reduzir o tamanho do mioma;
  • Suplementos de ferro: previnem e tratam casos de anemia provocado pelo excesso de sangramentos;
  • Cirurgia, conhecida como miomectomia: serve para retirar o mioma, sem ser necessário remover o útero. É usada especialmente quando o mioma pressiona outros órgãos ou provoca sintomas muito intensos;

Além disso, quando o mioma é muito grande, pode ser necessário reduzir o seu tamanho antes de fazer a cirurgia, e para isso é utilizada uma técnica conhecida como embolização. Nela, o médico, através de um procedimento cirúrgico, faz várias injeções com agente embolizante diluído em contraste iodado através da artéria femoral, até ser observado uma redução de fluxo sanguíneo da artéria que nutre o mioma, gerando a morte do mesmo.

Tratamento para mioma

Quando a mulher tem um mioma e já não tem planos para engravidar, o médico pode recomendar retirar o útero para eliminar o mioma e evitar o re-surgimento do problema mais tarde. Veja o que acontece após a retirada do útero.

Como é feito o tratamento durante a gravidez

Quando o mioma é identificado durante a gestação, normalmente o tratamento é feito apenas com o uso de analgésicos e repouso, sendo que o tratamento com cirurgia ou uso de hormônios só é iniciado após o final da gravidez.

Porém, em casos muito raros, em que o mioma coloca em risco o desenvolvimento do feto ou a vida da mãe, o médico pode avaliar a necessidade de adiantar o parto e fazer a cirurgia para remover o mioma.

Sinais de melhora

Os sinais de melhora surgem após algumas semanas de tratamento e são caracterizados principalmente pela redução dos sintomas que estavam sendo provocados pelo mioma, como cólicas intensas durante a menstruação, sangramento excessivo ou sensação de cansaço, por exemplo.

Sinais de piora

Os sinais de piora acontecem quando o tratamento não está sendo feito ou não está tendo o resultado esperado e, por isso, o mioma pode continuar crescendo. Alguns dos sinais que indicam que o tratamento não está funcionando são a manutenção de cólicas muito fortes, dificuldade para engravidar ou sangramentos muito intensos.

Nestes casos, é aconselhado voltar ao ginecologista para avaliar outras opções de tratamento.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...