Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feito o tratamento para Legionella

O tratamento da pneumonia causada pela Legionella Pneumophila, conhecida também como doença do legionário, geralmente, é feito em internamento no hospital, por 7 a 10 dias, com a injeção de antibióticos prescritos pelo médico, como:

  • Ciprofloxacina;
  • Azitromicina;
  • Levofloxacina;
  • Gemifloxacina;
  • Trovofloxacina;
  • Eritromicina.

A infecção por este tipo de bactéria é muito grave e, por isso, muitas vezes, a pessoa precisa ficar internada na unidade de terapia intensiva (UTI) para manter os sinais vitais constantemente avaliados, de forma a identificar rapidamente se o antibiótico está conseguindo eliminar a bactéria responsável pela doença.

Além disso, o tratamento normalmente também envolve o uso de máscara de oxigênio contínua para reduzir outros sintomas da doença como dificuldade respiratória e falta de ar, provocadas pelo acúmulo de secreções nos pulmões. Conheça os outros sintomas mais comuns da legionella.

Tratamento na UTITratamento na UTI

Possíveis complicações

As complicações da Legionella surgem quando o tratamento da pneumonia não é iniciado o mais rapidamente possível e incluem o agravamento da pneumonia, o aparecimento de insuficiência respiratória e até mesmo a morte.

Sinais de melhora

Os sinais de melhora da pneumonia causada pela Legionella Pneumophila incluem a diminuição da febre e das dores no peito e na cabeça, assim como a diminuição da falta de ar e da dificuldade em respirar.

Sinais de piora

Os sinais de piora são mais comuns quando o tratamento não é iniciado rapidamente ou o antibiótico não está sendo eficaz contra a bactéria e incluem o aumento da febre até 40ºC, aumento da dificuldade em respirar e da falta de ar, assim como piora da dor no peito.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...