Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é feito o tratamento para a doença de Heck

O tratamento para a doença de Heck, que é uma infecção por HPV na boca, é feito quando as lesões, semelhantes a verrugas que se desenvolvem dentro da boca, causam muito incômodo ou provocam alterações estéticas no rosto, por exemplo.

Assim, quando recomendado pelo dermatologista, o tratamento da doença de Heck pode ser feito com:

  • Pequena cirurgia: é feita sobre anestesia local no consultório do dermatologista e consiste na remoção das lesões com um bisturi;
  • Crioterapia: consiste na aplicação de frio sobre as lesões para destruir o tecido e acelerar a cicatrização;
  • Diatermia: é uma técnica que usa um pequeno aparelho que aplica ondas eletromagnéticas sobre as lesões, aumentando a circulação e acelerando a regeneração dos tecidos;
  • Aplicação de Imiquimode a 5%: é uma pomada usada para tratar verrugas do HPV que deve ser aplicada 2 vezes por semana até cerca de 14 semanas. É uma técnica menos utilizada, pois apresenta menos resultados.

Já nos casos em que a doença de Heck não causa qualquer alteração no dia-a-dia do paciente, geralmente não é necessário fazer o tratamento, pois as lesões são benignas e tendem a desaparecer após alguns meses ou anos, não voltando a surgir novamente.

Pequena cirurgia para remover as lesõesPequena cirurgia para remover as lesões
Aplicação de imiquimode a 5% Aplicação de imiquimode a 5%

Sintomas da doença de Heck

O principal sintoma da doença de Heck, que também pode ser conhecida como hiperplasia epitelial focal, é o surgimento de placas ou pequenas bolinhas no interior da boca que são parecidas a verrugas e que apresentam coloração semelhante ao interior da boca ou ligeiramente esbranquiçada.

Embora não provoquem dor, as lesões que surgem na boca podem se tornar um incômodo, especialmente ao mastigar ou falar, sendo que muitas vezes é frequente morder as lesões, o que pode causar alguma dor e sangramento.

Diagnóstico da doença de Heck

O diagnóstico da doença de Heck normalmente é feito por um dermatologista através da observação das lesões e do exame de biópsia, para identificar, em laboratório, a presença dos tipos 13 ou 32 do vírus HPV nas células das lesões.

Assim, sempre que surgirem alterações na boca, é aconselhado ir no dentista para avaliar se o problema pode ser tratado no consultório ou se é necessário consultar um dermatologista para fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado.

Veja como evitar o contágio por HPV em:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...