Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Tratamento para Angioma

O tratamento para angioma depende da sua localização, tamanho e gravidade. O angioma na pele não origina complicações graves e pode ser removido ou desaparecer espontaneamente. Já o angioma cerebral pode originar complicações como dormência nos braços ou pernas, devendo, em alguns casos, ser removido através de cirurgia.

Tratamento para angioma na pele

O tratamento para angioma na pele, que deve ser indicado pelo dermatologista, pode ser feito com:

  • Laser: diminui o fluxo de sangue nos vasos sanguíneos e ajuda a remover o angioma;
  • Escleroterapia: injeção de medicamentos para destruir os vasos sanguíneos e remover o angioma;
  • Eletrocoagulação: aplicação de corrente elétrica através de uma agulha que é introduzida no angioma para destruir os vasos sanguíneos e remover o angioma;
  • Crioterapia: aplicação de spray com nitrogênio líquido que ajuda a remover o angioma.

Estes tratamentos podem ser utilizados em todos os tipos de angioma na pele, como o angioma rubi, que também pode ser chamado de senil, ou no angioma estelar, por exemplo.

Tratamento para angioma cerebral

O tratamento para qualquer tipo de angioma cerebral, como venoso ou cavernoso, deve ser orientado pelo neurologista e pode ser feito com:

  • Corticoides por via oral, como comprimidos de Prednisona, para diminuir o tamanho do angioma;
  • Cirurgia neurológica para remover o angioma do cérebro ou medula espinal.

A cirurgia, geralmente, é feita quando o angioma está associado a outras lesões no cérebro ou quando o paciente apresenta sintomas como convulsões, dores de cabeça, problemas de equilíbrio ou de memória, por exemplo.

O angioma também pode surgir em outros órgãos, como o fígado, sendo que o tratamento para este tipo de angioma pode ser feito com cirurgia para sua remoção, mas só se o angioma for grande e estiver causando algum problema hepático.

Para saber mais sobre angioma, consulte Angioma.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem